Deixe um comentário

The Walking Dead – 5×04- Slabtown

827d089d-ec8c-942d-4b70-f599a2fedb92twd504gp06120184jpg-916fccEste episódio quebrou o ritmo que a temporada estava tendo até agora, com o confronto de Rick com os canibais, sendo mais lento e não tendo grandes surpresas, afinal depois da história dos canibais é difícil encontrar um enredo que cause o mesmo efeito. Não digo que foi um episódio ruim, pelo contrário teve muitas qualidades, mas talvez merecesse ser encaixado na trama em um outro momento já que foi o oposto, seja pela história e ritmo, do que estava sendo essa temporada.

The Walking Dead explorou neste episódio a questão de fazer o que for necessário pela sobrevivência, para manter o controle e não perder as esperanças.“Pelo bem maior”. Essa frase já foi usada diversas vezes na história para justificar alguns dos atos mais horríveis da humanidade. Dawn era uma espécie de versão feminina e um pouco mais boazinha do Governador, manteve a máxima de ser uma policial que é proteger as pessoas, mas fazendo isso da maneira errada, usando a força para criar suas regras para viver no hospital. Seu discurso para tentar explicar seus atos, que incluía deixar seus homens violentarem as mulheres, não era diferente de qualquer outro ditador.

Beth é uma personagem que mudou e cresceu nas últimas temporadas, passando de garota indefesa para uma moça forte, mas o seu diferencial é que ainda existe dentro dela um lado humano e sensível. Poucos personagens da série seriam capazes de levar muito bem um episódio solo como Beth conseguiu neste, elogios para atuação de Emily Kinney que desde a temporada passada está cada vez melhor no papel. Um episódio que teve como tema maior a luta do ser humano pela sobrevivência e como é capaz de fazer tudo para conseguir isso; seja com o Doutor que matou o seu colega por medo de não ter mais utilidade para Dawn; Beth entregando o policial para a zumbi e Noah (instável James Williams, de Todo Mundo o Chris) que defendeu Beth e até apanhou por ela, mas na hora de fugir não pensou duas vezes em deixá-la para trás.

O que leva ao final do episódio passado e a ligação com a conclusão deste; Beth estava prestes a matar o doutor quando viu que a nova paciente era Carol, por isso acredito que a pessoa que estava com Daryl no final do episódio passado seja na verdade o Noah, o que levaria Rick e seu grupo atrás de Beth. Outra teoria, a que espero não aconteça, é que talvez seja Beth e que Carol não tenha sobrevivido.

tres_e_meio

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s