Deixe um comentário

The Walking Dead – 5×03- Four Walls and a Roof

a56e2ab3-eb57-ae1a-83df-ce212c5e75a5twd503gp06030559jpg-3885dfA perturbadora cena de Gareth e seus amigos canibais comendo a perna de Bob,  provocando os zumbis foi sarcasticamente completada com a assustadora revelação de Bob sobre ter sido mordido para o cômico desespero dos canibais, até pensei que talvez este grupo de malucos merecia viver um pouco mais só para ver até onde chegariam.

Desde que todos não ouviram o conselho de Rick sobre matar os sobreviventes do Terminal, a única opção do grupo era matá-los ou morrer. O arriscado plano de Rick foi genial, sabendo atrair Gareth e seu grupo como animais esfomeados que precisavam comer a qualquer custo, ainda mais patético foi Gareth implorando pela sua vida, mas monstros como eles não poderiam continuar vivos pelo bem do que restou da humanidade.

A maneira que Rick, Michonne e todos mataram os canibais foi agressiva demais e soltaram todo o ódio guardado que sentinam pelos canibais. Aquela igreja deixou de ser um local santo quando o padre Gabriel foi consumido pela sua covardia e deixou  aqueles que confiavam nele, incluindo mulheres e crianças, morrerem na sua frente sem fazer nada. O castigo eterno, como bem disse Michonne, é ser atormentado pela lembrança dos gritos das pessoas morrendo, sinceramente a companhia de Gabriel no grupo parece mais um problema do que uma ajuda, já que é impossível contar e confiar nele.

A triste morte de Bob poderia ter sido mais impactante se o personagem, e seu romance com Sasha, tivessem tido um espaço maior na trama, sua despedida foi de mais um personagem que poderia ter tido uma participação maior na trama. A morte de Bob deixou uma marca maior em Tyreese que esqueceu sua covardia e matou Bob antes de ele virar um zumbi, um ato corajoso e o qual Sasha não deveria ter o desprazer de fazer. Um ponto interessante, não mencionado, é que Tyreese na verdade deixou o canibal Martin viver, mentiu para Carol e sabe que tem culpa no que aconteceu com Bob; Tyreese está cada vez mais deprimido, traumatizado e sem perspectivas de se levantar.

O preço pela vitória contra os canibais foi mais uma separação deste sofrido grupo, algo que não concordo, ainda mais ao tirar dois personagens especiais como Glenn e Maggie, mas foi visível o estranho olhar do casal na hora do assassinato dos canibais, como se aceitassem, mas não concordassem totalmente com o jeito de agir de Rick. Abraham foi assumidamente cabeça dura e burro ao acreditar que a melhor solução era a separação em dois grupos, tudo por causa de sua pressa para salvar o mundo pelas mãos do nada confiável Eugene. Essa opção da separação serve muito mais para dar uma segunda narrativa a série e não ficar somente centralizada em um só grupo, o que não concordo, já que estes três episódios provaram que o a série funciona muito melhor com todos unidos.

O meláncolico final do episódio parece uma volta ao começo de tudo; Michonne retornou aos seus velhos fantasmas ao recuperar sua espada; Rick ouviu o recado de Bob para acreditar que ainda existe algo de bom dentro dele e que a esperança do futuro de todos está em Judith e por fim Daryl e, aparentemente, Carol estão de volta. O próximo episódio irá revelar o que aconteceu na viagem da dupla e o misterioso paradeiro de Beth.

quatro

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s