Deixe um comentário

Vikings – 3×05 – The Usurper

v3_05_08082014_jh_08092headerA terceira temporada de Vikings chega a sua metade com um episódio que vai mudar drasticamente o rumo da história!

Ragnar e seus aliados voltaram para sua terra de origem e como sempre acontece após uma guerra, algumas mulheres perderam seus maridos, incluindo as duas moças que estão grávidas do safadinho do Torstein. Errei ao suspeitar que Harbard fosse o Loki quando na verdade era o próprio Odin que visitou o local e deixou um rastro de vida e morte, ponto para Floki que desde o começo tentou avisar Ragnar que os Deuses estavam irritados com sua aliança com os cristãos.

Rollo e Bjorn lutaram duramente um contra o outro, o que foi muito mais uma autopunição por não terem conseguido proteger as mulheres que amam. Bjorn está sentindo a culpa pelo que aconteceu com Porunn que perdeu a vontade de viver após ter seu rosto deformado, mas Lagertha foi sábia ao dizer que está na hora de Bjorn agir como homem, por isso deve ficar ao lado de sua esposa. Rollo perdeu o que tinha restado da sua autoconfiança após descobrir que Siggy morreu, sabe que Siggy salvou a vida dos filhos de Ragnar para provar o seu valor e sua fidelidade e se arrependeu de ter tratado Siggy tão mal na última vez que a viu. O vidente pelo menos lhe deu uma boa notícia ao dizer que os Deuses guardam um futuro promissor e feliz para ele.

Fiquei decepcionado ao ver Lagertha tão dependente da ajuda de Ragnar para recuperar o seu poder, esperava uma reação mais violenta dela após descobrir que foi traída por Kalf. Ragnar não ajudou em nada, o máximo que o Rei fez foi convidar Kalf para ir junto com eles para Paris, Ragnar preferiu deixar que os dois resolvam sozinhos este problema, foi engraçada a reação de Ragnar ao ver Lagertha se metendo na conversa dele com Kalf. A experiência que teve com Ragnar e Ecbert deveria servir de lição para Lagerthanão cair nos truques masculinos e espero que ela não acredite nesta ridícula história que Kalf inventou de se sentir atraído por ela. Kalf tratou Lagertha e Ragnar com respeito, mas está secretamente tramando contra eles e fazendo alianças com os inimigos deles.

Apreciei a maneira que Ragnar foi descobrindo aos poucos o que aconteceu entre Harbard/Odin e Aslaug, por mais que se esforce Ragnar não consegue se aproximar do pequeno Ivar e agora se distancia de sua esposa pela sua traição. Essa raiva de Aslaug pela sua traição aliada a sua ganância por mais poder fez com que tomasse a decisão de invadir Paris, apesar de todos os sinais mostrarem que isso não é uma boa ideia. Apesar de Paris ter belas mulheres, as quais fizeram Athelstan quase abandonar o seu celibato, é uma cidade protegida por grandes muros, mas Ragnar não é um homem que aguenta ficar parado muito tempo, precisa alimentar sua sede por batalhas e por mais poder. Novamente Ragnar preferiu confiar e ouvir os conselhos de Athelstan do que de Floki que está cada vez mais cansado de não ser ouvido, algo que Ragnar deveria fazer após Floki ter o alertado sobre a visita de Odin.

“O Urso será coroado pela princesa”. O Vidente e suas enigmáticas profecias! Não consegui desvendar o que o Vidente quis dizer com essa frase, mas o que importa é que isso não será bom para Ragnar, talvez essa premonição esteja ligada ao que aconteceu em Wessex! Acreditei até a última cena que Aethelwulf tinha sido consumido pelo ódio contra os vikings após descobrir que sua esposa estava grávida e que por isso não obedeceu as ordens de seu pai, decidindo por contra própria exterminar os homens e mulheres do norte, incluindo as crianças, a cena da chacina foi uma das mais fortes da história da série.

Ecbert nunca foi uma pessoa confiável, mas foi chocante ver seu falso ataque de raiva contra seu filho e os moradores que se revoltaram contra ele e segundos depois simplesmente mudar totalmente sua fisonomia e ter um ataque de risos! Ecbert é um homem sem escrúpulos e extremamente egocêntrico, mas muito inteligente, desde o começo Ecbert fez questão de ficar falando para Aethelwulf sobre aproximação entre Judith   Athelstan, talvez tenha feito isso para despertar em seu filho o ódio contra os homens do norte. Ecbert soube aproveitar a raiva de seu filho contra os Vikings para se livrar dos homens do norte e usar isso também para prender os traidores que ousaram questionar sua decisão.

Ecbert usou Ragnar e seus súditos para aumentar o seu poder e após conseguiu isso traiu de forma nojenta os homens do norte que lutaram por ele, estou curioso para saber como ele vai lidar com essa crise na aliança entre os dois povos e se irá partir para um novo ataque contra os vikings. Apesar desta traição, acredito que o Urso da profecia seja alguém entre os próprios vikings.

quatro_e_meio

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s