2 Comentários

Arrow – 3×16 – The Offer

arrow-01_0O conto começa a ser contado assim…….mas será que o fim dessa história será melhor do foi este começo? Esperava um pouco mais deste episódio que inicia a última parte desta instável terceira temporada de Arrow, mas o final deste episódio deixou a sensação de que a série pode voltar aos seus bons tempos.

Diria que essa foi real estreia de Ra’s Al Ghul (Matthew Nable, começando a dominar o personagem) que mostrou suas verdadeiras intenções e contou para Oliver mais detalhes sobre o seu reinado, incluindo o Poço de Lazarus! Gostei desta mistura de misticismo e realidade para explicar a história de Ra’s que é dono de um poço que pode curar ferimentos, mas que não pode fazer isso para sempre, e a explicação que o nome Ra’s Al Ghul não pertence a ele, mas sim a um legado maior do que todos eles e que cabe ao detentor do nome continuar e honrar essa história.

Oliver foi ingênuo ao acreditar que Ra’s deu para ele uma escolha, pelo contrário, apenas o avisou que Oliver será, querendo ou não, o seu sucessor. Oliver não entendeu que o próprio Ra’s é o autor da profecia que contou e que já começou a escreve-la, Ra’s será o responsável por fazer com que Oliver peca seus amigos, seja odiado por todos e tratado como um criminoso, tendo que escolher entre morrer sozinho ou assumir o legado de Ra’s Al Ghul.

Oliver está passando por um conflito interno e uma crise de identidade, Ra’s conseguiu piorar isso com sua falsa profecia e fez com Oliver começasse a se questionar se realmente fez algo bom para a cidade e para as pessoas ao seu redor desde que assumiu o capuz e o arco. Oliver perdeu sua mãe, Tommy, está vendo sua irmã perder sua humanidade e ainda descobriu que Lance não confia mais nele e para piorar perdeu Felicity para Ray, isso tudo só ajudou o plano de Ra’s que desejava exatamente despertar essa dúvida em Oliver.

Por mais que Ra’s use seu poder da maneira errada, Oliver sabe que pode usar este mesmo poder para o bem, usando as engraçadas palavras de Felicity, Oliver poder a Cabeça do Diabo mais bonita da história, pode transformar a empresa do mal em uma do bem e também pode mudar o nome da Liga dos Assassinos para um que combine com um grupo do bem. Diggle e Felicity foram os responsáveis por mostrar para Oliver que ele não pode cair no jogo do Ra’s e muito menos aceitar o seu convite.

Apesar da situação desconfortável de Oliver ter flagrado um momento de intimidade entre Felicity e Ray, Felicity soube lidar bem com isso e foram lindas suas palavras para Oliver, tanto ao afirmar que Oliver não pode jogar fora tudo que fizeram até agora e que ele nunca fez este trabalho esperando qualquer tipo de agradecimento, mas sim para ajudar as pessoas da sua querida cidade. O enredo de Murmur e sua gangue, outro vilão do universo dos quadrinhos da DC, serviu mais para trazer um pouco de ação para um episódio bastante dialógico, especialmente na ótima cena da delegacia, onde todos os personagens participaram de uma grande luta, incluindo o Time Arrow, além de Nyssa e Lance.

Estou surpreso com o rumo da história de Lance (Paul Backthrone muito bom!) que está seguindo por um caminho sombrio e de ódio, Lance não consegue perdoar o Arqueiro e até sua própria filha por terem mentido por todos este tempo sobre a morte de Sara. A conversa de Lance com o Arqueiro e depois com Laurel foram marcantes e fortes, Lance voltou a sua antiga postura de ser contra vigilantes e acabou com sua aliança com o Arqueiro. Que diálogo maravilhoso entre Lance e Laurel! Uma conversa franca, onde Lance abriu seu coração e assumiu que não sabe se um dia conseguirá perdoar Laurel que ao mentir para ele pode ter destruído para sempre a relação deles.

Esperava que após Nyssa descobrir que seu pai escolheu Oliver para ser o seu substituto e que por ele poupou a vida de Merlyn, Nyssa iria atrás da cabeça de Oliver, mas não, preferiu se aliar a ele a até se aproximou de Laurel! Nunca imaginei Laurel e Nyssa como melhores amigas, com confidências e desabafos sobre os problemas que vivem com seus pais e Nyssa sendo a responsável por ensinar Laurel a lutar direito, já que ainda Canário tem muito a aprender! Por mais que Nyssa tenha parecido sincera ao se aproximar de Laurel, não consigo deixar de desconfiar que esteja fazendo isso por algum motivo secreto e talvez use o amor que Laurel sente por Sara para conseguir realizar sua vingança contra Merlyn.

Uma história que está ficando repetitiva e chata é a de Thea, não consigo acreditar nesta sua mudança e nesta história que ela está perdendo sua humanidade, para mim ainda Thea parece ser aquela adolescente perdida e chatinha do começo da série. Thea pode até ter pegado uma faca para atacar seu pai, não tem a coragem e a frieza necessária para matar Merlyn. Até que demorou demais para Thea voltar correndo para os braços de Roy, espero que o Arsenal coloque um pouco bom senso nela e espero que juntos consigam se destacar mais nesta história.

Um breve comentário sobre o cada vez mais desnecessário flashback que nesta semana não teve utilidade alguma, além de diminuir o ritmo do episódio. Já estou cansado dessas reviravoltas criadas para prolongar ainda mais o flashback, agora com essa revelação sem fundamentos de que Oliver reencontrou a Shado que está viva, só falta essa moça não ser a Shado, mas sua irmã gêmea ou qualquer coisa deste tipo.

“Enquanto você estiver na minha vida eu vou ser feliz”. Não consigo entender como Oliver não deu um belo beijo em Felicity após ouvir ela dizer essa frase! Felicity foi carinhosa e direta ao dizer que estava seguindo em frente porque o próprio Oliver não quis ficar com ela, pelo trailer divulgado recentemente a rivalidade entre Oliver e Ray só vai aumentar nos próximos episódios, e a briga não será somente pelo coração de Felicity.

Oliver escutou os conselhos de Felicity e voltou para o caminho certo, valorizando tudo que está fazendo e sabe que não pode abandonar o seu trabalho e legado como o Arqueiro, mas o Cabeça do Demônio já definiu o destino de Oliver e já começou a destruir a imagem do Arqueiro para deixá-lo em uma situação onde será obrigado a aceitar a sua oferta! O fim desta história deve levar a um novo e último confronto entre o Arqueiro e Ra’s Al Ghul.

tres_e_meio

2 comentários em “Arrow – 3×16 – The Offer

  1. Uma pena essa temporada estar legal mas não tão legal😦

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s