Deixe um comentário

Agents of S.H.I.E.L.D. – 2X13 – One of Us

agents-of-shield-one-of-us_article_story_largeA equipe liderada por Coulson enfrentou pela primeira vez um grupo de supervilões liderados por Cal, esse maluco carismático! Esperava um pouco mais deste grupo formado apenas por pessoas comuns que fizeram mudanças em seus próprios corpos; Levi nada mais era do que um hacker e nerd do mal, Francis com sua super força foi mais ou menos, já Karla Faye (a competente Drea de Matteo) e o Angar são personagens dos quadrinhos da Marvel que aqui ganharam novas histórias. Angar foi o melhor vilão por ser uma ameaça real, o mesmo não pode ser dito sobre Karla com a sua clichê história de ter sido vítima de um marido agressivo, bastava alguém retirar aqueles ridículas unhas cortantes para o problema ser resolvido.

A revelação de que Cal ganhou seus poderes através de uma fracassada experiência deixa a história do personagem ainda mais parecida com a do Médico e o Monstro. Cal em sua versão doutor, protagonizou divertidos diálogos, como no momento de reunião dos vilões no restaurante e na cena no campo de futebol americano. A sua ânsia por vingança o cega e o faz cometer uma série de erros, estava na cara que seu plano para expor a SHIELD não iria dar certo e estava realmente na hora de alguém parar Cal, a surpresa foi um Inumano ser o responsável por isso! Cal agora está nas mãos dos Inumanos que não estão gostando de seu comportamento, o que será um gancho para conhecermos o líder e um pouco mais sobre os Inumanos.

Mesmo o grupo do mal acabou dando um pouco de trabalho para a SHIELD, o que rendeu uma boa cena de ação, especialmente pelo confronto entre May contra o fortão e Bobbi contra Karla. A ideia principal do episódio era mostrar para Skye como a SHIELD lida de maneira agressiva com pessoas com poderes criados cientificamente, categoria na qual Skye não está inclusa, pelo contrário, ela faz parte de uma nova e mais perigosa categoria. Skye sabe que entrar para lista de pessoas especiais da SHIELD diminui a sua chance de voltar fazer parte da equipe, aqui mais uma vez o roteiro está trabalhando bem a questão da responsabilidade e perigo da equipe ter uma integrante com poderes.

Uma excelente opção introduzir neste episódio o Dr. Andrew (Blair Underwood), o ex-marido de May. O personagem trouxe uma visão de fora sobre a situação de Skye e também um pouco de humor com as revelações sobre May, foi realmente bem estranho ver a agente sorrindo! Foram engraçadas as cenas de Skye perguntando sobre o casamento, que foi bem simples, e a reação de Fitz ao ouvir a leve conversa do psiquiatra com May. O passado sombrio de May foi novamente mencionado e Andrew ficou surpreso ao ver que sua ex-esposa estava de volta ao campo, o que percebi foi que May ainda gosta de Andrew, mas preferiu desistir do casamento por causa do seu trabalho, mas agora está feliz porque a equipe da SHIELD virou a sua família.

A chegada de Andrew serviu também para fazer uma rápida reaproximação entre Fitz e Simmons, foi bacana ver os dois conversando como antes. Simmons mantém sua opinião de que Skye é uma ameaça que precisa ser controlada e não perdoou a mentira de Fitz, já que isso mexeu com a paixão deles pela ciência; minha única preocupação é que essa postura de Simmons faça com que a personagem perca o seu lado doce, sem contar que já está mais do que na hora de Simmons e Fitz fazerem as pazes e até ficarem juntos.

Outra ideia que gostei foi mostrar que Skye não está controlando seus poderes, mas sim retraindo eles para dentro de si, mostrando para todos o esforço que ela está fazendo pelo bem da equipe. Simmons e Fitz devem acabar inventando alguma espécie de luva ou quem sabe uniforme (!) que ajude a Skye a diminuir as fraturas ao controlar seus poderes, antes disso, Skye precisa, como bem dito por Andrew, aceitar que não é mais a mesma pessoa, esse é o primeiro passo para conseguir conquistar a confiança de todos. Está cada vez mais difícil para Coulson decidir o que fazer com Skye, jamais vão aceitar o conselho de Andrew de mandá-la embora da SHIELD, mas talvez Coulson não tenha nem tempo de tomar essa decisão, já que seu futuro na SHIELD é incerto!

Fiquei de queixo caído, igual ao Hunter, com a revelação de Mac de que ele e Bobbi trabalham na realidade para a verdadeira SHIELD! A minha teoria é que após a revelação relacionada a Hydra, a SHIELD se dividiu em dois grupos, o de Coulson e Fury e do outro lado aquele formado pelos agentes mais veteranos da agência. É empolgante imaginar uma batalha interna entre os dois grupos pelo controle do que sobrou da agência; Hunter pode funcionar perfeitamente como a ligação entre as duas SHIELD e terá que escolher em breve entre Bobbi ou a equipe de Coulson que nem desconfia do que está acontecendo.

quatro_e_meio

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s