Deixe um comentário

Greys Anatomy – 11×14 – The Distance

xchecking-the-scans-greys-anatomy-s11e14.jpg.pagespeed.ic.I23ko8YWshPfM_a6HvEmA segunda parte da história da cirurgia de Herman foi muito superior a anterior, bem mais emocionante e conseguiu prender atenção apenas com um cenário principal.

Somos super-heroínas

Amy desde o começo sabia que não seria um desafio fácil ganhar do tumor na cabeça de Herman, realmente precisava ter a confiança de uma super-heroína para conseguir vencer essa batalha. Apesar de ser um pouco estranha, a ideia de imitar a postura de uma super-heroína tem sua lógica, por ser uma maneira de se sentir mais confiante para qualquer desafio.

O filme da vida real

Assim como Maggie, sempre achei estranho essa sala onde os outros médicos ficam observando uma cirurgia, realmente parece que os doutores estão assistindo ao seu filme predileto, esquecendo que uma vida e a profissão de um colega estão em jogo.

“Não estamos mais em Kansas” 

Maggie e Edwards abandonaram Kansas e foram para o país verde e brilhante daquele enorme tumor! Que aflição que tive de imaginar que um caso como aquele realmente acontece de verdade e que alguém pode ter um tumor daquele tamanho!

A voz da sabedoria de Webber para encontrar a saída da Floresta

Webber e Amy se aproximaram nos últimos meses e com a sua experiência e sabedoria o Chefe sabia que Amy precisava de um impulso naquele momento que ficou perdida diante daquele complexo tumor. Aceitável Amy ter seu momento de dúvida e Webber agiu corretamente ao não deixá-la chamar Derek, essa era a sua cirurgia e somente ela poderia terminá-la.

Sem substitutos…pelo menos até a residente desmaiar

O momento mais divertido do episódio foi com Edwards que estava tão confiante e dizendo que ficaria até o final da cirurgia, mas 13 horas depois não aguentou e literalmente desmaiou! Essa nova safra de residentes tem muito a aprender, mas Edwards é com certeza a que está crescendo mais e se saindo melhor.

Meredith e a corrida radioativa

Grey’s Anatomy pode ficar um episódio sem a participação de Meredith, por isso achei bastante forçada a presença de Grey neste episódio. Foi irritante a cena de Meredith na sala de observação, onde ficou explicando tudo para o estudante que parecia não conhecer nada! Também não gostei da ideia Meredith ser a escolhida para substituir Edwards, Webber deveria ter continuado ao lado de Amy.

Também achei um pouco exagerada a tensão criada por Amy usar luvas comuns para mexer no material radioativo, Amy não iria se contaminar com uma exposição tão rápida ao material.

Não sou Dra. Herman, sou o Cavalo certo!

Morri de vontade de mandar Bailey embora daquela cirurgia, já que seus comentários estavam somente atrapalhando Arizona que ainda tinha lidar com a Dra. Herman dentro da sua cabeça! Karev também só atrapalhou com sua boca aberta e ao deixar Arizona com mais medo de perder Herman.

Arizona se saiu muito bem sua primeira cirurgia sem o auxílio de Herman que escolheu o “cavalo” certo e tenho certeza que Arizona irá honrar e continuar o seu legado. Arizona abraçou uma nova e difícil especialidade, mas que tem a sua beleza, como na linda e aflitiva a cena de Bailey segurando em suas mãos um bebê que nem tinha oficialmente nascido.

Edwards e a honra de dar pontos

Amy aguentou por 18 horas de cirurgia e deu orgulho de ver como ultrapassou todos os seus limites para salvar a vida de Herman, começou a cirurgia chorando de medo e terminou chorando de alegria. Amy foi corajosa ao confiar em Edwards para fechar os pontos de Herman, tenho até medo de pensar no que Herman faria com a residente se ela não deixasse uma cicatriz feia.

“Eu preciso que ela acorde”

Depois de uma cirurgia tão dramática fiquei com medo de que Herman não iria acordar nunca mais, acreditei que para dar um tom mais dramático para a história Arizona teria que ser aquela a definir o futuro de Herman. Foi bonita a postura de Callie que foi uma amiga de verdade ao ficar e ajudar Arizona neste momento difícil.

É você mamãe?

Quando Herman acordou e fez a sarcástica piada perguntando se Amy era sua mãe pensei que a história terminaria bem, mas não existem finais felizes em Grey’s Anatomy. Edwards provou que já aprendeu bastante com Amy ao descobrir o pequeno derrame em Herman, algo tão minúsculo e que a deixou cega!

Estou viva

Não precisava ser médico para perceber que Herman estava cega, a doutora tentou fazer piadas e disfarçar, mas todos perceberam o que estava acontecendo. Uma belíssima cena e diria a melhor cena de Herman quando assumiu que estava cega para a chorona da Arizona.

Os médicos adoram dizer para seus pacientes ficarem felizes por estarem vivos, Herman entendeu esta lição e soube dar a valor ao trabalho de Amy e ajuda de Arizona, o seu Cavalo favorito. Espero que a história de Herman não tenha acabado, Herman está viva, mas perdeu a sua visão, um sentido mais do que importante para sua profissão e quando perceber isso sua felicidade vai diminuir e terá que se adaptar a essa sua nova realidade. Herman pode continuar sendo uma importante professora para Arizona que pode ajudar Herman nesta adaptação, já que ela própria passou por algo parecido em sua vida.

Ganhamos da Morte!

Pegando o exemplo do doutor que em 1888 tirou o primeiro tumor do cérebro de uma pessoa, Amy também soube enxergar como uma enorme vitória a cirurgia de Herman, claro que o melhor seria Herman não ter ficado cega, mas Amy cumpriu seu objetivo que era ganhar do tumor e salvar a vida de Herman. Amy e Edwards são verdadeira super-heroínas, ganharam da morte e com certeza vão aprender com os erros que cometeram e vão se sair ainda melhor na próxima vez que enfrentarem um caso parecido.

Jo, a chefe do forte…pelo menos até o retorno de April

Hunt deixou Jo como a responsável pelo PS, uma pena que o episódio não mostrou como ela se saiu neste trabalho, mas a residente deve logo perder este posto para April. Avery e April tiveram uma curta participação, foi bonita atitude de April de ir ver a cirurgia e retribuir o que Amy tinha feito por ela. Por mais que esteja triste e ainda lidando com a perda do seu filho, senti no olhar de April uma vontade de voltar ao seu trabalho.

tres_e_meio

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s