Deixe um comentário

The Following – 3×01 – New Blood (Season Premiere)

The-Following-New-Blood-Season-3-Episode-1-01Após duas instáveis temporadas, The Following tem a chance de recomeçar do zero a sua história após a prisão de Joe, até o título do episódio de estreia da terceira temporada, “New Blood” (Novo Sangue), levava a acreditar nisso, mas na prática foi bem diferente.

A temporada começou com um avanço no tempo de um ano, com Joe condenado e próximo de ser executado; se Ryan tem uma obsessão por Joe, Mike tem por Mark e por causa disso perdeu Max que rapidamente já arranjou um novo namorado, apesar de ainda gostar do agente; enquanto que Ryan tenta mais uma vez recomeçar sua vida, agora com sua nova namorada Gwen (Zuleikha Robinson), mas é claro que uma nova sequência de assassinatos tinha que começar para acabar com a calmaria e até com o casamento de Gina.

Mark está de volta e desta vez com seus próprios seguidores, recriando os assassinatos de seus familiares e em busca de vingança contra Max, Mike e Ryan. Se a série continua ainda repetindo o mesmo estilo de história de sempre, o elenco pelo menos continua sendo o seu maior atrativo e ainda ganhou bons reforços. Michael Irby (The Unit) fez uma excelente estreia como o falso Andrew, assustadora a sua casa e a maneira que o assassino era capaz de mudar suas emoções e enganou a todos ao fingir ser pai de uma das seguidoras de Joe assassinada por Ryan. Assumo que estou curioso para saber mais sobre a ligação de Andrew com Mark, por tudo isso, considero um desperdício prender logo de cara um personagem tão promissor como Andrew.

A atuação de Sam Underwood como os gêmeos Mark e Luke na temporada passada já tinha deixado uma ótima impressão e Underwood começou muito bem este novo ano. Mark ficou ainda mais louco e agora sofre de um bizarro caso de dupla personalidade, assumindo a identidade do seu finado irmão Luke, o que lhe dá a força para despertar o seu instinto assassino. Apesar de não ser nada inovadora, essa ideia da dupla personalidade de Mark pode ser um atrativo neste começo da temporada até a revelação do verdadeiro enredo principal deste ano. O real vilão desta temporada é o homem para quem realmente o maluco casal Kyle (Hunter) e Daisy (Ruth Kearny) está trabalhando, provavelmente o personagem que será interpretado pelo ator Michael Ealy (Almost Human). Isso dá a esperança de que o enredo de Mark possa ser logo resolvido, já que apesar da incrível atuação de Underwood, a história da série precisa urgentemente seguir adiante.

Mesmo sem a presença do carismático Joe, o lado dos vilões continua sendo muito mais atraente do que o dos mocinhos. Por mais que Kevin Bacon faça uma regular atuação como Ryan, não consigo criar apego pelo protagonista e muito menos pelos fracos coadjuvantes Mike e a insossa da Max. O romance de Ryan com Gwen dá a esperança de que o agente irá parar com essa sua mania de se afastar das pessoas para protegê-las, apesar que pelo histórico da série, a chance deste romance dar certo ou Gwen terminar viva é bem pequena.

Ryan já está com saudades do seu inimigo predileto, o que quer dizer que felizmente Joe retornará em breve. Outro gancho deixado foi por Mark/Luke que já decidiu que sua próxima vítima será um dos agentes do FBI, torço para que seja a Max! Um episódio que foi mais do mesmo e logo de cara diminuiu a esperança de que The Following irá se reinventar em seu terceiro ano, o que pode ser uma boa notícia para aqueles que gostam do estilo da série.

tres

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s