Deixe um comentário

Gotham – 1×16 – The Blind Fortune Teller

gotham-ep116scn1026971hires2jpg-93dfd8_960wO criador de Gotham, Bruno Keller, afirmou nas primeiras entrevistas de divulgação da série que o Coringa seria apresentado aos poucos e através de pequenas referências ao maior inimigo do Batman, uma ideia que seria bastante original e que pelo jeito foi descartada. Por uma semana Gotham ficou atiçando o público com teasers que davam dicas que de que o Coringa seria introduzido neste episódio, o que infelizmente aconteceu da pior maneira possível.

O clássico vilão nunca ganhou oficialmente uma história de origem, teve apenas algumas versões contadas nos quadrinhos, essa falta de uma origem foi muito bem usada no filme Batman – O Cavaleiro das Trevas através da histórica interpretação de Heather Ledger no papel do vilão. Jerome, o garoto que matou sua própria mãe, não foi oficialmente chamado de Coringa em Gotham, mas a postura física, o olhar sombrio, ser um assassino, o humor-negro e a risada não deixam dúvidas de que o garoto ruivo é o futuro Coringa. Cameron Monaghan (Shameless) até que se esforçou para fazer uma boa atuação e se saiu muito bem na cena em que Jerome mostrou sua verdadeira e maluca personalidade.

O problema é que toda a história criada para contar a origem do Coringa foi péssima; o humor exagerado do caso com a versão circense de Romeu e Julieta, a ridícula maneira que Gordon usou uma cobra para achar o corpo da mãe de Jerome, a história cheias de clichê do vidente cego que era pai de Jerome, como disse o próprio Bullock isso tudo pareceu uma grande pegadinha! A versão circense de Romeu e Julieta terminou diferente da original, com a família de palhaços Lloyd e os acrobatas Grayson fazendo as pazes, com isso John e Mary vão poder casar e ter um filho que não vai se chamar Gordon, mas sim Dick Grayson, o futuro Robin.

Bullock deveria ficar de olho aberto ou se não vai perder seu parceiro para Leslie. Gordon e Leslie não funcionam somente como um bom casal, mas também provaram que podem ser ótimos parceiros no trabalho, com poucos episódios Leslie já conseguiu desbancar Barbara e Bullock. Me recuso a fazer qualquer comentário mais longo sobre a desnecessária cena de Barbara pedindo conselhos sobre roupa e relacionamentos para Selina e Ivy! Depois de ver o sexy beijo entre Gordon e Leslie, Barbara deveria tomar vergonha na cara e voltar para casa de seus pais, mas infelizmente seu retorno pode ser uma desculpa para ser criado um, totalmente desnecessário, triângulo amoroso.

Pinguim descobriu não ter talento algum para gerenciar um bar, afinal tomou a errada decisão de colocar a sua desafinada mãe para cantar. Engraçada a reação dele ao dar de cara com o Butch que agora está sobre controle total do estranho Victor Zsasz e será o novo escravo do Pinguim, pelo menos até Fish retornar e fazer com que Butch volte ao normal. Desastroso o enredo desta semana de Fish, diálogos horríveis e foi ridícula demais a cena onde Fish usou um homem como palanque, sinceramente não tenho curiosidade alguma em descobrir a identidade do tal Gerente da prisão. Na parte Gotham Kids, Bruce achou que bastava colocar um terno e fazer algumas ameaças, usando um caderno cheio de desenhos, para que o Conselho da Fundação Wayne o obedecesse.

A cada semana me pego contando quantos episódios ainda faltam para acabar essa fraca temporada de estreia de Gotham, ainda torcendo para que algum milagre aconteça para que a série resolver todos os seus problemas ainda neste ano.

tres

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s