Deixe um comentário

The Blacklist – 2×11 – Ruslan Denisov

blacklist

The Blacklist jamais conseguiria ser uma série de sucesso sem James Spade e o seu ao mesmo tempo odiável e adorável Red, um vilão que conquista com seu charme e inteligência. Red está sempre prensando dez passos a frente das outras pessoas e sabe aproveitar qualquer situação para o seu próprio proveito, o que fez mais uma vez nesta semana.

O caso da semana decepcionou pela falta de ação e suspense, um enredo centrado demais em questões políticas e diplomáticas entre os EUA e o Uzbequistão, o blackist Ruslan Desinov foi um personagem excessivamente caricato, o clássico terrorista que acaba se tornando o líder de uma nação. A história da gananciosa empresa de óleo americana no Uzbequistão é assustadoramente real e infelizmente tivemos muitos casos parecidos nos últimos anos, mais uma vez o roteiro mostrou bem a rivalidade que existe entre o FBI e a CIA, com toda sua experiência Cooper já deveria ter aprendido que não pode confiar em ninguém, muito menos na CIA, a agência só piorou a situação, tanto ao interferir na missão, muito pelo desejo de seus superiores pela cabeça de Red.

Ninguém, muito menos, Lizzie, conseguiu descobrir qual era objetivo de Red que de forma genial colocou Ruslan no poder do país e assim se livrou do terrorista que estava trazendo problemas para ele e para seus associados, Red também trocou a empresa de óleo americana pela francesa, com quem tinha uma parceria e com isso deve ter aumentando ainda mais a sua conta bancária. Por mais que tenha feito isso para o seu próprio proveito, Red tem um certo senso de justiça, tirou do jogo um perigoso terrorista e também uma empresa gananciosa, tenho certeza que Red não deixará a empresa francesa fazer o mesmo que americana fez com a população local.

Lizzie não vai poder continuar por muito tempo com essa atitude distante e fria em relação a Red, vai precisar da ajuda dele tanto para desvendar aquela pequena máquina que nem o Aram foi capaz de decifrar e também para evitar que seja presa! Lizzie está pagando pela série de decisões erradas que tomou ao prender Tom, foi burra demais de ter dado o seu cartão para o Eugene, o que só facilitou o trabalho do detetive Martin que a ligou facilmente ao crime. Pior ainda foi Lizzie não ter dado um jeito de garantir o silêncio do seu ajudante gordinho que não pensou duas vezes antes de entregá-la e dizer aonde estava o corpo! Claro que Lizzie tem o FBI para protegê-la, mas não vai ser nada fácil para Lizzie explicar e conseguir provar sua inocência, por favor que ela não peça mais ajuda ao inútil do Ressler e que perceba que Red é o único que pode resolver essa história.

tres

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s