Deixe um comentário

Chicago PD – 2X14 – Erin’s Mom

xtime-to-come-clean-chicago-pd-season-2-episode-14.jpg.pagespeed.ic.P_Ig_sIgzeNFOV3W652L

Erin’s Mom é daquele tipo de episódio que não deixa dúvidas de que Chicago PD é uma das melhores séries policiais da atualidade e que mereceu ser renovada para sua terceira temporada!

Bunny é uma pessoa sem caráter e que não se importa com ninguém a não ser ela mesma, não foi nenhuma surpresa descobrir que ela tinha segundas intenções ao denunciar a dupla de criminosos, mas assim como Erin fiquei com muita raiva ao descobrir que Bunny não só sabia do esquema da dupla de criminosos como ainda os chantageava em troca de seu silêncio!

Bati palmas para Erin e Voight que fizeram muito bem ao jogar o criminoso, o menos violento, direto na neve, eles deveriam ter deixado ele lá, afinal tanto ele como Bunny são cúmplices do outro bandido que matou cruelmente o homem e seu filho. Desculpe Platt, mas depois de tanto trabalho para prender Miko foi decepcionante ver a incompetência dos policias que conseguiram deixar não só que Miko matasse o outro preso dentro da cela, mas também que escapasse! Será que ninguém dentro daquela delegacia poderia ter olhado a foto do preso que seria libertado e comparar com Miko antes deixá-lo sair calmamente pela porta da frente! “Alguns homens não merecem estar na terra”. Essa frase de Al não é totalmente correta para definir o Miko que não era um homem e muito menos um animal, mas sim um monstro insensível, exatamente por isso nenhum juiz em sã consciência pode dar uma grande pena para a mulher que depois de perder o marido o filho decidiu levar ao extremo a frase de Al e matou Miko, já que no fundo ela fez um favor a humanidade..

Não acredito nem um pouco que Bunny estava preocupada com seu marido, desejava a grana para pagar sua dívida com o mafioso e assim salvar sua própria pele. Voight mostrou para o mafioso que não tem medo de homens como ele e o colocou em situação onde era melhor mesmo aceitar a grana de Voight ou arranjaria um perigoso inimigo. Voight é o verdadeiro pai de Erin, aquele que se preocupa e cuida do bem-estar dela, fez muito bem de mandar Bunny sumir da vida de Erin, a detetive não precisa de uma pessoa interesseira e que finge se preocupar com ela ao seu lado, foi muito a cena de Erin agradecendo Voight por ter ajudado a mãe dela e ela também.

Erin fez uma declaração muito maior do que dizer eu te amo para Halstead ao afirmar que aceitaria levar um tiro no ombro só para ficar uma noite com ele, um casal fofo demais! Halstead precisa ser um pouco mais macho e ir logo conversar com seu sogro, até concordo que Voight deixou Burgess e Ruzek ficarem juntos somente pelo que aconteceu com a policial, mas pode fazer o mesmo por eles, desde que Halstead consiga convencê-lo de que fará Erin feliz. Por mais que tenha sofrido tantas decepções com sua mãe, Erin sabe que algumas poucas pessoas merecem segundas chances, como a Nadia, está dando orgulho ver o esforço dela para recomeçar sua vida e buscar uma carreira. Nadia conseguiu até amolecer o duro coração de Platt ao fazê-la se sentir um pouco melhor ao descobrir que é normal presos fugirem da prisão, o que na minha visão jamais poderia ser considerado algo aceitável.

O sumido Antonio ganhou uma nova pretendente com Gina, a detetive recém-separada que tem uma antiga queda por Antonio que não conseguiu resistir ao charme e as cantadas de Gina, um casal que pode dar certo, já que os dois são detetives e conhece o preço e sacrifícios do seu trabalho.

tres_e_meio

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s