Deixe um comentário

The Walking Dead – 5×09 – What Happened and What’s Going On

imrsO episódio que inicia a segunda parte da quinta temporada de The Walking Dead foi um dos melhores da série, uma reunião perfeita de um poético roteiro e uma refinada direção de Greg Nicotero, produtor de TWD. Sempre discordei da opinião de muitas pessoas sobre The Walking Dead ser sobre o nada, acredito que aqueles que enxergam a série desta maneira é porque nunca entenderam a história de verdade. Um episódio que poeticamente falou sobre os temas principais da série, a sobrevivência diária e a força para para continuar lutando e não perder a esperança.

A montagem de abertura foi um truque narrativo muito bem usado ao fazer o público acreditar que as imagens seriam da jornada dos sobreviventes após a morte de Beth e o enterro dela. A resposta para descobrir a verdade estava no zumbi dentro do carro, somente depois do grupo encontrar com esse zumbi foi possível perceber que aquelas cenas do começo seriam na verdade o fim do episódio. Todo Mundo Odeia o Noah! É impossível não fazer essa piada logo de cara, já que Noah foi aquele que iniciou a nova e perigosa jornada do grupo e que acabou com a perda de mais um integrante. Somente elogios para Tyler James Williams, principalmente na cena em que Noah descobriu que sua família e todo mundo que conhecia estavam mortos.

Tyreese nunca pareceu realmente estar preparado para viver nessa nova e dura realidade, diferente dos outros, a cada perda de pessoas queridas não foi ficando mais frio e cruel, pelo contrário, foi ficando mais doce e incapaz de ferir outra pessoa. Um homem sensível que ao ver a foto de Noah e seu irmão ficou perdido olhando para imagem, baixando a guarda e sendo mordido pelo próprio irmão de Noah, o próprio Noah matou seu irmão usando um aeromodelo! A despedida de Tyreese foi uma das mais bonitas da série, uma homenagem a um personagem que sempre foi diferente de todos. As visões de Tyreese com Beth, Mika Lizzie, o Governador, Bob e Martin, representaram as próprias indagações que ele tinha dentro de si, Tyreese ao ficar próximo da morte começou a se questionar se realmente tinha forças para continuar lutando e pagar a dívida que acreditava ter ou se deveria descansar. Essa cena tinha tudo para dar errado, por usar o velho clichê da ilusão pré-morte com pessoas que já faleceram, mas o resultado ficou excelente pela comovente maneira que foi montada e pelas ótimas atuações do elenco.

Intenso o diálogo entre Rick e Glenn, visivelmente cansados e um pouco perdidos, com a conclusão de mesmo com a morte de Beth ter sido um acidente, qualquer um deles teria matado Dawn ou qualquer pessoa naquela hora, um pensamento que reflete a dor e raiva incontrolável que estão sentido. A questão do cansaço físico e mental também foi tema deste enredo secundário, até a sempre forte Michonne mostrou estar muito cansada, normalmente Michonne jamais erraria um golpe como aquele e por pouco não foi mordida. A morte de Tyreese foi mais um alerta sobre a necessidade urgente de encontrar um novo lugar seguro para descansar e recuperar as forças, o arco da prisão foi o exemplo maior de que não existe um lugar totalmente seguro e não será diferente em Washington.

Comentário Extra:

A voz do homem no rádio que Tyreese escutava em sua mente era de Andrew Lincoln, o intérprete de Ricky, mas com seu sotaque britânico real.

quatro

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s