Deixe um comentário

Crítica: Busca Implacável 3

Busca Implacavel-3-1Quando foi lançado em 2008 Busca Implacável fez um enorme, e inesperado, sucesso, dando o primeiro passo para o que seria uma bem-sucedida franquia de filmes de ação. O maior desafio a cada novo filme era conseguir superar o anterior e também encontrar uma maneira de reinventar o estilo da história padrão da franquia. O segundo filme não arriscou muito e preferiu manter a mesma fórmula do primeiro, mas sem conseguir criar cenas de ação do mesmo nível do anterior. Liam Neeson retorna mais uma vez ao papel do ex-agente secreto Bryan Mills em Busca Implacável 3 que ao finalmente tentar fazer essa inovação na narrativa acaba tirando o que existe de melhor na franquia.

No terceiro filme, Mills parece ter finalmente um momento de paz, o qual dura pouco e acaba quando sua ex-mulher Lenore (Famke Janssen) é assassinada em seu apartamento. Mills agora precisa, com ajuda de sua filha Kim (Maggie Grace), fugir da policia, provar sua inocência e encontrar o responsável pela morte de sua esposa. Quem está atrás de Mills é o detetive Franck Dotzler (Forest Whitaker) que é o único a enxergar que existe algo por de trás da morte de Lenore.

Busca Implacavel-3-2O produtor e roteirista Luc Besson, idealizador da franquia, tenta quebrar a estrutura narrativa padrão da franquia ao colocar Bryan tanto como o perseguido como o perseguidor. O roteiro desaponta por ser lento demais, a trama peca pela falta de ritmo e de ação, a qual aparece realmente no terceiro ato quando daí sim a história volta ao seu padrão normal, incluindo as famosas frases ameaçadoras do protagonista. O diretor Olivier Megaton, também responsável pelo segundo filme, tenta trazer mais ritmo para a trama com sua agitada câmera que nada adianta para um filme onde ação é lenta, falta a essa terceira parte da franquia a emoção dos filmes anteriores e também uma dose de mais criatividade, já que o ponto alto deste Busca Implacável 3 é uma tradicional, e excessivamente longa, perseguição de carros.

Jamais pode se esperar uma história decente de uma franquia como essa, mas assusta a falta de criatividade para pelo menos usar melhor velhos clichês do gênero e também tentar criar um suspense maior na história. Besson e o roteirista Robert Mark Kamen não consegue criar um mistério real sobre a identidade do assassino, o público não terá trabalho algum para descobrir quem foi o responsável pela morte de Lenore, já que a trama usa um velho clichê das histórias policiais, chega a dar agonia ao ver Bryan sendo o último a perceber algo que estava a sua frente o tempo todo. A personagem Maggie que se destacou na ação no segundo filme volta a ser aquela personagem chatinha do primeiro filme e com uma história mais do que previsível, chega a ser triste ver um ator do nível de Whitaker interpretando um personagem tão caricato como o detetive Franck que parecer ter, um cômico, TOC.

Taken 3 Liam Neeson Stills WallpapersUm dos principais motivos do sucesso da franquia é a personalidade de Bryan, um homem agressivo e que não conversa muito, é um herói do estilo que não tem medo de matar os seus inimigos, mas na incessante mania de querer trazer algo novo para a franquia esse lado especial de Bryan é perdido e o personagem entra na insuportável moda do politicamente correto. Neeson, que já virou um veterano neste tipo de filme, faz o mesmo de sempre, mesmo com 62 anos se sai muito bem nas cenas de ação e dá mais credibilidade dramática ao personagem.

Ao mudar o seu estilo e tentar se reinventar Busca Implacável 3 tira aquilo que existia de melhor na franquia que chegou ao seu limite. É chegada a hora de Bryan Mills, e pelo bem da carreira de Neeson, se aposentar, afinal nem suas frases ameaçadoras não assustam mais.

dois

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s