Deixe um comentário

Switched at Birth – Yuletide Fortune Tellers (Especial de Natal)

Switched-at-Birth-Christmas-SpecialSWAB entrou no espírito natal com um típico episódio de troca de vidas, tudo graças a um pão de alho de muito especial! O primeiro natal em união das famílias Vasquez e Kennish não poderia terminar bem, duas famílias com tradições e valores totalmente opostos. As duas meninas trocadas não esperavam que ao fazerem o pedido de nunca terem sido trocadas, segurando o pão de alho do Sal, o seu desejo seria realizado! Foi bizarro ver Bay como Daphne e Daphne como Bay, as duas até inicialmente aceitaram prolongar essa troca, mas descobriram que a união das duas famílias foi vital para uma melhora na vida de todos.

Impactante a cena inicial de Bay ou se preferir Daphne não escutando absolutamente nada e descobrindo sua nova vida, o maior erro deste episódio foi Bay não ter um problema de fala como a Daphne, este detalhe fez muita diferença, talvez a própria Vanessa Marano não tenha conseguido recriar a fala de uma pessoa surda. A realidade alternativa de Bay não era das melhores, era uma artista em ascensão e ganhou um irmão, que era a cara e também se chamava Angelo, já que nesta versão Angelo também morreu. Só que o sonho virou pesadelo ao descobrir que Regina continuava bebendo, interessante pensar como a descoberta da troca foi o que fez Regina parar de beber, um choque em sua vida e o qual soube levar como uma chance de recomeçar. Não esperava de forma alguma que Emmett e Bay fossem apenas melhores amigos e ainda mais com ele conselhos para Bay sobre outra garota que era uma ouvinte!

A vida de Daphne, a original, inicialmente parecia perfeita, podendo escutar, falando de formal normal (sempre estranho ouvir a voz real de Katie Leclerc) e sendo uma atleta olímpica de futebol, mas apesar do dinheiro a família Kennish estava destruída. O mais pesado foi ver a comparação entre a alegria de Kathryn no começo e depois sua infelicidade na outra realidade, perdendo tudo aquilo que a faz uma pessoa feliz. O casamento com John também foi por água a baixo por Kathryn ter priorizado o trabalho no lugar de sua família, o que levou John a ser o dono de casa, e assim ele tentava compensar todas suas frustrações na sua filha perfeita Daphne e tendo sérios problemas com seu rebelde filho Toby! O mais engraçado desta nova realidade foi a versão gótica do Toby ou Tobias como um roqueiro, cheio de tatuagens e afastado de sua família. Quase morri de rir com o desespero de Bay ao ver seu irmão dando em cima dela, foi muito estranho ver Toby falando da conexão que sentia com Bay, realmente destinados a ficarem juntos, mas não desta maneira! Bay que não é nada boba aproveitou a paquera incessante de Toby para roubar um beijo de Emmett que ficou sem entender nada!

Os diálogos deste episódio foram muito divertidos, o melhor deles foi Daphne reclamando de não ter visto mais filmes bobos sobre trocas de personalidades para descobrir como solucionar o problema.Foi um tanto quanto bizarro o tal Sal aparecer vestido de papai noel e avisar que o pão de alho não era a solução para tudo voltar ao normal, mas sim que as duas precisavam desejar com muita vontade que isso acontecesse. Não importa a realidade, os Kennish e os Vasquez vão sempre ter problemas quando ficam juntos no mesmo lugar, para variar Kathryn, o exemplo da futilidade, e Regina, a típica alcoólatra, brigaram e como já virou tradição coube a John expulsar os Vasquez de sua casa.

A parte mais bonita do episódio foi a união de Bay com Kathryn e Daphne com Regina, relembrando como elas são mãe e filha não por causa de uma questão de sangue, mas porque mesmo com tantas diferenças de personalidade aprenderam a se amar. Fofo demais Bay e Daphne levando presentes e ficando mais próximas de suas mães adotivas e isso era o que faltava para tudo voltar ao normal. A maior lição foi entender que essa inusitada e forçada união foi vital para uma mudança benéfica na vida de cada família e que acabou ajudando todos serem pessoas melhores e mais felizes. E com os Kennish são o exemplo da família americana perfeita o episódio não poderia terminar de outra maneira do que com uma clássica, e sem dúvida alguma brega, canção de natal, claro com Daphne passando a letra da canção através da linguagem de sinais.

Os roteiristas usaram de forma divertida uma clássica história de troca de personalidades e souberam colocar de forma agradável os bregas e tradicionais elementos de um típico episódio especial de natal. Switched at Birth retorna para sua quarta temporada em janeiro de 2015.

tres_e_meio

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s