Deixe um comentário

Crítica: Caçada Mortal

A Walk Among The TombstonesLiam Neeson estrela Caçada Mortal, filme de ação baseado em um dos livros da elogiada série literária escrita por Lawrence Block que acompanha as aventuras do personagem Matt Scudder.

A trama acompanha Matt Scudder (Neeson), um ex-policial que após cometer um erro deixa a polícia e começa a trabalhar como detetive particular. Scudder é contratado por um poderoso traficante para encontrar os culpados pelo sequestro e assassinato de sua mulher, o que levará Scudder a descobrir que a esposa do traficante foi apenas mais vítima de uma dupla de seriais killers.

A Walk Among The TombstonesInicialmente a história tem uma premissa atraente e que ganha mais impacto com a revelação de quem são os homens por trás dos assassinatos e as suas motivações. O que derruba a história é insistir em clichês do gênero, afinal não existe nada mais antigo do que o policial ex-alcoólatra em busca de redenção, sem esquecer da eterna mania de colocar mafiosos do leste europeu na história, mas isso é mais culpa da obra original que serve de base para o filme. Outro fator narrativo que incomoda é insistir na humanização do protagonista com um drama bem chatinho envolvendo um garoto de rua que Scudder conhece durante a história, Scudder se torna um personagem muito mais atraente quando revela sua face mais violenta.

O longa foi escrito e dirigido por Scott Frank, profissional com uma longa carreira em Hollwyood como roteirista de filmes como Wolverine – Imortal e Minority Reporter. Caçada Mortal marca a primeira grande produção de Frank como diretor, mas continua sendo muito melhor como roteirista do que como diretor, sabendo criar uma história rápida e atraente, apesar de óbvia. Como diretor Frank ainda deixa a desejar, a montagem do filme é simplória e o diretor usa um estranho e brega efeito para recriar cenas que já aconteceram no passado, falta a Frank a coragem de ir além do básico, o que leva a repetir típicas cenas do gênero e também pela falta de criatividade ao montar as cenas de ação, tentando dar mais impacto para as mesmas ao colocar muita violência e sangue.

A-Walk-Among-The-Tombstones-David-Harbour-WallpaperA carreira de Liam Neeson nos últimos anos se resume a viver homens da lei com passados sombrios que falam pouco e atiram mais, sempre ajudando aqueles em perigos, o que se repete em Caçada Mortal. Neeson sempre dá uma carga dramática extra que ajuda a dar personalidade a personagens rasos, como este, mas não é o bastante para disfarçar o círculo vicioso que virou a carreira do ator irlandês.

dois_e_meio

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s