Deixe um comentário

Chicago Fire – 3×10 – Santa Bites (Winter Finale)

NUP_166410_0156_FULLSabe aquela briga de casal que você olha de fora e percebe que ambos estão errados? É exatamente isso que penso desta briga entre Dawson e Casey, os dois cometeram erros e no lugar de conversar preferiram ficar brigando.

Claro que Dawson não precisava ter ido reclamar de Casey bem para o Mills, mas isso é mais um exemplo da falta de diálogo do casal. Concordo com Dawson de que Casey teve um típico comportamento de Severide nesta briga, foi canalha demais da sua parte ser grosso com Dawson e somente depois de achar que a tinha traído Dawson foi correndo atrás dela pedir desculpas! Para piorar Dawson descobriu o que aconteceu da pior maneira possível, a cara dele ao ver a moça com o celular de Casey foi de puro ódio! Casey e Dawson deveriam ter pensado mais antes de tomarem a decisão dela trabalhar no Batalhão e adiar o casamento, isso só piorou a relação deles. Dawson não está sabendo trabalhar com Casey e respeitá-lo como seu superior e muito por isso, mas não só por essa razão, Casey não está sendo um bom namorado, uma coisa está atrapalhando a outra. O que fica de toda essa briga é o que foi dito brilhantemente por Sylvie de que assim como parecia impossível Dawson e Casey ficarem juntos, já que ele era noivo, podem muito bem superar essa nova fase ruim, basta os dois quererem e conversarem mais!

Pelo jeito Severide voltou a ser o mesmo mulherengo de sempre, não perdeu tempo e já foi transar com aquela bela loira. Um furo que achei no roteiro foi ninguém mencionar o fim do casamento dele e muito menos quem ganhou a aposta sobre quanto tempo duraria a relação. Falando em Severide que raiva daquele homem que causou o incêndio e por pouco não matou sua esposa! A raiva sobre ele só foi aumentando, primeiro ao covardemente deixar sua esposa no incêndio, depois fingindo ser um herói e inventando uma desculpa pela sua covardia e daí o Severide descobre que ele foi o causador do incêndio! Não sei se essa história irá continuar, mas gostaria de ver ele sendo punido pelo que fez.

É raro e foi engraçado ver Boden em um enredo com um tom mais cômico, afinal foi hilário a discussão boba dele com Donna sobre colocar um hífen ou não no sobrenome, mas o velho tradicional manteve o pulso firme de que a tradição do sobrenome de sua família precisava ser mantido! As conversas dele com a secretária e depois com o Otis ajudaram a criar um clima leve que seguiu para a cena do parto, porque claro que o menino tinha que nascer em um carro de bombeiro. Algo que ficou estranho foi como o experiente parteiro Boden não apareceu cortando o cordão umbilical e a criança simplesmente foi tirada facilmente. Era meio que esperado que essa história não poderia terminar tão feliz, até acreditei que fosse Donna que iria ter algo, mas foi o pequeno menino, não acredito que a criança vai morrer, mas prevejo longos meses de drama até a criança se recuperar.

Mills foi de uma ingenuidade sem tamanho ao cair no papo do Luppo que só quis ganhar tempo para cumprir seu plano de vingança! Mills também não ajudou ao falar o que o garoto tinha dito sobre seu pai, só aumentando o ódio do mafioso pelo paramédico. Contraditório como Mills deu um presente para Sylvie e depois a colocou, sem querer, nesta situação onde os dois devem ter sido pegos pelo mafioso, diga-se de passagem o Batalhão demorou para perceber a ausência dos dois. Como Shay morreu recentemente, acho bem difícil que outro personagem seja morto na série, o mais provável é que esse enredo seja a deixa para mais um crossover com Chicago PD na busca por Mills e Sylvie.

Para um professor de dança Joe é bem atrapalhado! Conseguiu destruir o que seria a estreia triunfal do Molly’s 2 que conseguiu a proeza de destruir um presépio e mataram Jesus! Muitas risadas com este enredo e com o sempre simpático todo se achando para falar com a repórter, mas bastou ligar a câmera para ele ficar tímido demais! Discordo de Hermann e penso que foi uma decisão apressada simplesmente cancelar o Molly’s 2 ao acreditar que o carro estava amaldiçoado, na verdade o problema era ser administrado por um grupo de atrapalhados! Vou ser ainda mais do contra, mas penso que Joe não soube, mais uma vez, aproveitar uma boa oportunidade, no lugar de dar o Molly’s 2 para o padre, poderia levado o carro para alimentar os pobres e chamar a imprensa, fazendo assim uma boa ação e também melhorando a imagem da marca. Uma pena que o sonho do Molly’s 2 ter durado tão pouco e pelo jeito o melhor é ficar somente como o bar que já dá muito trabalho.

Como esperado o último episódio do ano de Chicago Fire foi muito emocionante e deixando os fãs ainda mais ansiosos para saber o que acontecerá em janeiro quando a série retorna!

quatro

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s