Deixe um comentário

The Flash – 1×07 – Power Outage

fla107a-016b-112504Depois da frustração com episódio anterior, The Flash voltou com uma trama que mudou um pouco a estrutura padrão da série e colocando pela primeira vez Barry Allen em choque com o Dr. Wells, duas mentes geniais, mas com propósitos opostos.

A estrutura padrão foi quebrada primeiro ao colocar Flash sem seus poderes e tendo que lidar com dois inimigos de uma vez. Dar um rápido e trágico passado para Blackout ajudou a explorar as consequências da experiência de Wells, que assumiu saber de cor as pessoas que morreram por sua causa, mas não se arrepende por causa do objetivo real para ter deixado o acidente acontecer. “O Flash é a minha criação mais importante e o Flash precisa ter um futuro”. Essa frase de Wells já confirma a importância de Barry para Wells que viu seu sonhado futuro ser destruído depois que Barry perdeu sua velocidade.

Foi interessante ver o desespero de Wells para que Allen recuperasse seus poderes a qualquer custo, foi de uma frieza assustadora como Wells mandou Tony atrás do Blackout para ganhar tempo, mesmo sabendo que Tony iria morrer. O Blackout também trouxe o primeiro desafio real para Barry, muito mais que perder seus poderes, o protagonista teve que superar os seus medos e encontrar a sua força como herói, não por causa dos poderes, mas pelos seus próprios valores e a vontade eterna de ajudar as pessoas. Mais uma fase bem ultrapassada por Barry para virar um herói de verdade e também evoluiu bastante em seus poderes ao vencer o Blackout. Vale ressaltar também o fim dramático de Blackout que acabou morrendo, sem conseguir a justiça que queria para Wells.

Também deu certo o segundo enredo com o Rei do Relógio (o sempre ótimo Robert Knepper), um vilão que apareceu em Arrow e retornou agora ainda mais lunático, o Rei do Relógio foi o primeiro vilão não meta-humano da série e apenas queria ter a oportunidade de se despedir de sua irmã. O melhor deste enredo foi ver Joe, Iris e Eddie longe do Flash, um teste no qual o trio se saiu muito bem e essa foi a melhor participação de Iris na série, mostrando que pode se virar sozinha sem ajuda do Flash, por quem está cada vez mais apaixonada. Iris atirou na perna do Rei do Relógio e salvou o dia, achei meio inútil o mistério desta cena já que era óbvio que nenhum dos dois morreria e ainda considero a atuação de Candice Patton muito fraca. Depois de ter quase morrido ao tentar ser um herói, Eddie teve uma engraçada cena chapado com os efeitos do remédio e com Joe fazendo com que Barry usasse seus poderes na frente do policial!

Aos poucos está sendo criado um conflito entre Barry e Wells, o herói ainda não conseguiu enxergar completamente o cientista, mas já percebe que seu ídolo não é tão bom quanto parece, pelo contrário, parece não ligar para outras pessoas, somente para o próprio Barry que na minha visão perdoou Wells fácil demais pela morte do Tony. Wells quer ver Barry concentrando em alcançar o máximo do seus poderes, mas até então acreditava que Barry estava perdendo tempo demais ajudando outras pessoas. Foi interessante essa contradição de ideias e como no fim Wells viu que este lado mais humano de Barry é a chave para alcançar o máximo de sua velocidade, mas Wells jamais iria desperdiçar a chance de ter guardada uma arma contra Barry e guardou o sangue do Blackout.

Semana que vem irá acontecer o esperado crossover entre Flash e Arrow, com um confronto que promete ser histórico!

Comentários Extras e dos quadrinhos para TV:

A cena de Barry sendo assaltado foi uma das mais engraçadas da série, os diálogos e a montagem deixaram toda a ideia do assaltante ter escolhido Barry como vítima ainda mais hilária.

É claro que o treadmill de Cisco só funcionou porque a Felicity deu um upgrade na máquina.

Este foi o episódio com mais referências ao universo dos quadrinhos da DC. Quando Wells cita a lista das pessoas que morreram na explosão fez referências a muitos personagens dos quadrinhos, alguns deles podem aparecer ainda na série.

O famoso jornal com a matéria do desaparecimento do Flash, também cita um misterioso céu vermelho que foi embora, exatamente após o desaparecimento do herói. Outro detalhe é a notícia da união das empresas Wayne Enterprises, de Bruce Wayne, o Batman, e a Queen Consolidated, a de Oliver Queen, o Arrow.

Tanto o Blackout como o Rei Relógio são dois vilões dos quadrinhos, o primeiro é um personagem bem menos conhecido, já o segundo é um clássico vilão, o qual espero que retorne, seja em Arrow ou em The Flash.

quatro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s