1 comentário

Gotham – 1×10 – LoveCraft (Winter Finale)

G3Mais uma vez Gotham decepciona com um episódio apenas razoável, ainda mais por ser o último da série neste ano. Os personagens continuam sendo caricatos demais e os diálogos ficam piores a cada semana.

O enredo dos assassinos profissionais que estavam atrás de Selina teve como maior qualidade tirar alguns personagens de suas rotinas e ambientes comuns. A interação entre Bruce e Selina funcionou novamente bem, apesar dos diálogos infantis, com passos importantes para o amadurecimento dos personagens, algo que precisa acontecer logo. Gostei de Bruce dizendo que Selina não era uma pessoa boa e ela o pressionando a ir além dos seus limites, como na cena no topo dos prédios. A infantil tensão sexual entre os dois continuou com direito até o primeiro beijo deles, tudo bem leve e criando o conhecido laço de amor e ódio que essa dupla terá no futuro.

“Eu sou um mordomo!” Essa fraca frase de efeito dita por Alfred para Bullock é o resume perfeito da falta de qualidade dos diálogos, mesmo assim a parte desta inusitada dupla foi a melhor do episódio. Sobre Bullock, o personagem perdeu há alguns episódios a chance de crescer quando foi tema central e voltou a ser um caricato alívio cômico. Alfred tem habilidades físicas, derrotou facilmente um dos assassinos e humilhou o braço direito da Fish, como também uma boa lábia a ponto de persuadir até uma pessoa como Fish a ajudá-los, mas claro que isso vai criar uma dívida dele com Fish. Entendo que Alfred estava desesperado atrás de seu querido Bruce, mas foi um pouco ilógico como se intrometeu na investigação e com liberdade até para ficar atirando como se fosse um policial.

Uma das poucas qualidades da série é a construção da relação entre Bruce e Alfred, o forte abraço entre eles selou bem este enredo. Uma pena que Selina deixou a mansão Wayne, a personagem trazia algo novo para o enredo de Bruce que merece ser deixado um pouco de lado e voltar quando tiver algo realmente interessante para mostrar, não apenas o chato treinamento de Bruce.

Cada vez mais Gordon se torna o coadjuvante de sua própria série, usado como uma peça para o baile de referências e participações dos personagens do universo do Batman. Gordon só fez besteiras, tanto ao colocar Selina com Bruce, como ao ir sozinho atrás do Lovecraft, foi patético como caiu na armadilha da assassina. Gordon foi humilhado até pelo tonto do prefeito e traído por Dent, que claro não ficou do lado do detetive e tem seus interesses pessoais. Este enredo beirou ao infantil, com a falsa armação do suicídio de Lovecraft que se matou pela pressão feita por Gordon, um plano que só poderia ter vindo do idiota do prefeito de Gotham e que colocou Gordon como bode expiatório.  Este enredo foi uma desculpa, muito forçada, para colocar o asilo Arkham como cenário da segunda parte da temporada com Gordon trabalhando como segurança do local. Realmente espero que com Gordon enfrentando os malucos de Arkham, o personagem cresça e se torne o protagonista da série.

Já na parte da máfia,foi bem forte a cena de Falcone matando um do seus homens na frente dos outros parceiros que tiveram que comer com o corpo ainda na mesa! Fish apostou alto ao irritar Falcone, o levando a cometer erros para consequentemente perder a confiança de seus parceiros. Fish ficou com medo da reação violenta de Falcone, mas sabe que precisa arriscar para conseguir derrubá-lo, o que Fish não sabe é que o Penguin também deseja fazer o mesmo. No meio de tudo isso está Liza, cada vez mais próxima de Falcone que nem desconfia dela, Liza é uma arma essencial nesta guerra e que está nas mãos de Fish e Pinguim, resta saber quem usará Liza primeiro.

Comentários Extras:

Não sei o qual cena foi mais forçada e totalmente desnecessária a da Ivy ou a do Charada! O retorno Ivy, maluquinha e assustando até Selina, e o abraço do Charada no Gordon foram momentos desconcertantes e colocados na hora errada, tudo por causa da necessidade, desnecessária, constante de colocarem o máximo possível de personagens do universo do Batman na série.

Gotham retorna em janeiro de 2015.

tres

Um comentário em “Gotham – 1×10 – LoveCraft (Winter Finale)

  1. Pode ter sido forçado…Mas eu gostei do episódio!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s