2 Comentários

Greys Anatomy – 11×08 – Risk- (Winter Finale)

xthere-there-greys-anatomy-s11e8.jpg.pagespeed.ic.dSCPug31ClMuitas brigas, revelações, surpresas, no último e diria mediano episódio deste ano de Grey’s Anatomy que deixou bons ganchos para o retorno da série e janeiro do ano que vem.

Uma paciente, uma briga de casal e outra familiar

Este episódio deve ter sido assustador para quem tem medo de dentista, com o caso da menina que teve uma infecção generalizada por causa de um procedimento ortodôntico e acabou quase morrendo! Se não bastasse a séria situação, a paciente ainda ficou no meio da briga de casal de Derek e Meredith e a familiar de Webber e Maggie, ambos usados pelo casal para ganharem essa discussão sobre quem estava certo. Mesmo que parcialmente, tanto Meredith como Derek misturaram e muito seus problemas pessoais neste caso e foram injustos ao colocarem Maggie e Webber no meio destaca, por pouco a paciência não ficou com uma lesão por causa da teimosia de cada um.

Meredith e Derek, o carrossel nunca para

Depois de tudo que aconteceu neste episódio não sei afirmar que está certo e errado nesta briga. Derek realmente está tratando a história de DC como se fosse o mais importante para sua vida até mais do que sua família, por outro lado Meredith está cada vez mais agindo igual a sua mãe. Os flashbacks criaram uma analogia sobre o que aconteceu com Webber e Elis e Derek e Meredith no presente, por um lado entendo o direito de Meredith de ser o sol desta relação, mas não consigo deixar de achar que toda sua raiva de Derek ir para DC seja também por inveja da carreira dele.

Uma briga inevitável e que chegou ao limite, Derek aproveitou a deixa da insistência do presidente, pelo jeito todo mundo ama Derek até o líder dos EUA, e aceitou o convite, o que Meredith levou com um fim da relação deles. Ambos estão errados e tudo é uma questão de entrarem em um acordo que seja bom para todos e seus filhos, os quais os dois parecem esquecer em alguns momentos.

Webber, a hora de ficar tranquilo

A agora saudável Bailey, ri demais com a história do cuidado dela com sua saúde, deu o melhor conselho para Webber ficar menos na dele em relação a Maggie e parar com este comportamento obsessivo sobre a médica. Webber precisa esperar Maggie se aproximar dele e é uma boa usar sua longa experiência como médico para reconquistar a confiança de sua filha. Os dois precisam ficar unidos e deixarem o passado para trás, os dois merecem essa chance de se conhecerem melhor.

Jo e a pensão de Karev

Considero o Karev um exemplo a ser seguido, adoro como resolve tudo de forma prática, seja agora como a pessoa de Meredith ou explicando para Jo que a vida dele é recheada de gente na sua casa e de mulheres, se quer ficar com ele precisa aceitar isso e pronto. Por outro lado deve ser um saco para Jo ter que dividir seu namorado e casa com tantas pessoas, mas sabe que será uma prioridade para Karev.

Arizona e Herman, deixe-me ter os meus últimos orgasmos!

Arizona passou realmente dos limites ao se intrometer tanto na vida de Herman, afinal a médica só quer curtir seus últimos meses de vida, mesmo que seja tendo orgasmos com o Graham (sério?!). Pior que por causa desta intromissão, Arizona pode levar Amy a tentar a tirar o tumor de Herman, mas não sei se a médica vai aceitar essa ideia tão facilmente. Seria uma virada interessante Hermann no final

Callie, destruo tudo ao meu redor

O instinto competitivo de Callie sempre foi um forte defeito seu, como também a sua teimosia, os dois foram reunidos nesta história envolvendo os soldados, uma pequena competição que virou uma dramática tragédia. Já usei aquele aparelho de fisioterapia milhares de vezes na minha vida e nunca ouvi falar de um acidente grave como o do soldado que agora além de não ter uma perna ficou com um problema na cabeça, típico drama de Grey’s Anatomy.

Callie errou ao pressionar os soldados e não ouvir Hunt que mesmo nervoso e depois calmo falou o que ela precisava ouvir para pensar e parar de sentir a vítima e começar a agir. Seria um erro desperdiçar todo o estudo por causa deste acidente e tem que usar isso para incentivar a si mesmo e o outro soldado a continuarem o estudo em homenagem ao outro soldado que sofreu o acidente.

Arizona e Callie, o fim

A curta conversa e trégua de Arizona e Callie foi um momento bem forte, as duas se amam, mas Callie não sente saudades o bastante de Arizona para querer reatar. Arizona que um dia estava tão incerta sobre este relacionamento, agora deseja voltar com Callie, mas já é tarde demais para isso acontecer.

Hunt e Amy, as novas “pessoas”?

A mais grata surpresa deste episódio foi Amy ter ido conversar com Hunt e falar tudo que aconteceu, foi uma atitude de respeito e amizade. Amy foi ainda mais adorável ao ser a única a perceber o quanto Hunt está sozinho em geral na sua vida e precisando encontrar a sua “pessoa”. Espero que isso seja o início de uma nova amizade, os dois personagens estão espalhados demais por todas as tramas e seria interessante a criação desta amizade, mas conhecendo bem a série é bem possível que isso acabe virando um romance.

April e Jackson, o bebê buda

Ok, eu não gosto nada desta parte de April e Jackson, mas o bebê ter um problema incurável, inclusive na opinião de Herman, e que irá levá-lo a morte foi algo pesado demais! A coitada da Edwards não dá sorte quando faz algo relacionado a Jackson e até lidou bem com o segredo do bebê buda, mas no último segundo Jackson ouviu tudo! April até perdoou Edwards ter dito o sexo da criança, mas ela descobrir a doença é algo muito marcante e sempre que olhar para Edwards vai lembrar dessa história. Pelo que eu pesquisei a doença é incurável mesmo e a taxa de mortalidade é muito grande, mas este drama até o nascimento deve ser bastante prologando e deve colocar Jackson e April mais em destaque, uma pena o casal passar por uma experiência como esta.

tres_e_meio

Anúncios

2 comentários em “Greys Anatomy – 11×08 – Risk- (Winter Finale)

  1. Até que gostei bastante desse episódio! Que bom que a Amy parece que vai ganhar mais destaque na série. Eu a achava bem estranha mas estou começando a gostar da personagem.

    A situação do bebê do Avery e Kepner deve acabar testando muito os dois com relação às suas crenças religiosas, no caso dele, a falta delas.

    Não consigo de jeito nenhum gostar da Jo, que garota chata e sem sal e sem encaixe na história! rs

    Agora só em janeiro??? 😦

    • Eu amo Amy, minha personagem predileta atualmente. Juro não tenho saco para April, por mim ela morria no parto e estava ótimo. Infelizmente sim, mas pelo menos será no começo de janeiro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s