Deixe um comentário

Red Band Society – 1×08 – Get Outta My Dreams, Get Into My Car

red-band-society-charlie-comaEle acordou! Charlie abriu seus olhos e iniciou uma série de eventos que mexeram muito com todos no hospital!

Desta vez estou lado de McAndrew e não acredito nos métodos nada ortodoxos e malucos do Navay, mesmo com ele conseguindo um pequeno resultado. O método de Navay é bonito e cheio de filosofia, mas pouco funcional na prática, Charlie já perdeu muito tempo e é hora de avançar a sua cura. Não gostei como Jackson mudou de opinião tão facilmente sobre Navay e seu desespero para ajudar Charlie faz com que ela não enxergue toda a situação. McAndrew pareceu mais humano ao lidar bem com todo este problema com o Navay e ao aceitá-lo somente para ajudar Erin, mesmo tendo certeza que faria um trabalho melhor que o dela se estivesse no seu lugar.

Emma coloque na sua cabeça, adolescente ama seios e pronto! A RBS entrou em uma aventura para fazer uma festa para Charlie melhorar, mesmo com Dash ainda cansado e Leo sangrando, o grupo não desistiu de conseguir todos os itens da lista da festa, o que não deu certo. A história da iguana já foi engraçada, mas foi ainda mais hilário a cena no clube de stripper, com o porteiro do clube conhecer bastante sobre medicina e cortar o golpe de Leo e também não cair no velho truque usado por Dash. A festa não foi perfeita, mas para Charlie foi algo muito bom ficar agora acordado próximo de seus amigos e curti um tempo com eles, mesmo não podendo se mexer.

Jordi ainda não se adaptou a realidade de ter levado um fora de Emma, o engraçado flashback mostrou que realmente ele nunca foi em levar fora de garotas. Jordi está se esforçando para ficar mais próximo de Emma e Leo que deu um grande sinal de confiança para Jordi ao deixá-lo sozinho com Emma, mas a garota está com problemas pessoais mais sérios para lidar do que este triângulo amoroso. O que Charlie disse sobre controlar as coisas sobre sua vida vale para Emma (marcante atuação de Ciara Bravo) que não pode deixar a sua doença ganhar dela, não adianta ficar brava com Leo que apenas está a incentivando a comer para poder melhorar. Como já repeti diversas vezes diferente dos outros pacientes, a doença de Emma para ser curada depende totalmente do esforço dela para vencê-la, mas é algo que precisa ser feito lentamente e confio que ela está se esforçando para isso.

Nunca imaginei ver Kara tão desesperada para conquistar um garoto, chegando ao ponto de acreditar na bizarra e estranha meditação de Oprah, ensinada pela exagerada Brittany, e fingir que era uma garota punk skatista! Kara pagou uma série de micos para tentar conquistar Hunter, incluindo falar que não beijaria a irmã dele! A história e o personagem Hunter não são nada original, diria que é o paciente mais fraco da série, bem chato todo este drama pessoal do seu irmão, que lembrou Charlie, e irmã que está disposta a ajudá-lo e ele está sendo cabeça dura ao não aceitar isso.

O roteiro exagerou na proposta de mostrar Hunter como um cara durão e fez com que ficasse um personagem de difícil ligação, mesmo com todo o seu drama pessoal. Era esperado que Kara e Hunter ficassem juntos e concordo que isso é bom para a trama e para os personagens, dando a ambos um lado mais humano e dramático pelo sério estado de saúde dele, mas espero que isso não afaste Kara ainda mais do enredo da RBS.

Semanalmente elogio RBR e vejo que audiência da série não melhora e que poucas pessoas assistem a série até no Brasil, o que é uma pena para aqueles que perdem a oportunidade de se apaixonar por essa história.

quatro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s