Deixe um comentário

The Flash – 1×05 – Plastique

fla105a0448bjpg-eb5f10_960wApós uma curta folga The Flash retorna ainda melhor com um episódio com muitas novidade;, novos poderes do Flash, novos personagens e uma nova bomba no final do episódio! Muito bem-vinda a introdução dos personagens dos quadrinhos Bette Sans Souci e o General Eiling, as mudanças feitas em suas histórias originais se encaixaram bem e ajudaram no amadurecimento da história.

A maneira que Bette, não pode ser considerada uma vilã tradicional da semana, foi retratada bate com o tema de que nem todos estão preparados para serem heróis e a lidar bem com seus poderes. A solução dela ter sido morta exatamente pelo Eiling é excelente para dar mais drama a trama e encaixar a questão de como os militares/governo vai lidar com as pessoas com poderes; além de trazer ainda mais o peso para Barry ser um herói. Clancy Brown foi a escolha perfeita para viver Eiling, o clássico general malvado que deve retornar mais vezes e ser um inimigo para Flash e sua equipe. Estes dois personagens também estão ligados as atitudes de Wells, diabólico ao colocar Bete contra Eiling, talvez o primeiro passo para chamar atenção de Barry sobre seu idolatrado doutor, Barry pode perceber aos poucos que Bette queria dizer algo importante antes de morrer ao citar o nome de Wells.

Os poderes do Flash neste episódio evoluíram e com cenas sensacionais, os efeitos especiais da série estão cada vez melhores! Barry aprendeu que pode subir prédios, sem usar elevadores ou escadas, andar pela água e que bacana aquele efeito para mudar sua voz (muito melhor do o que do Arrow)! Se no episódio anterior Cisco ganhou mais espaço, neste ficou escondido com uma paixonite por Bette que não funcionou muito bem. Quem se destacou foi Caitilin, a personagem começa a mostrar um lado mais doce e engraçado, a cena dela caidinha pelo Thawyne e dizendo que estava parecendo a Felicity foi hilária.

O mesmo não pode ser dito sobre a relação de Iris e Barry, cada vez mais parecendo repetir o mesmo erro de Arrow com o fatídico romance de Oliver e Laurel, que já começa parecer mais carismática se comparada a Iris. A intenção deste enredo de Iris e Barry, sua curiosidade pelo Flash, é repetir a mesma ideia de Clark Kent/Superman e Lois Lane, mas o resultado não está saindo como o esperado; é verdade que a cena de Barry aparecendo com o uniforme na frente de Iris e ela falando que está tão interessada nele por causa de Barry foi um momento fofo e marcante. O que não pareceu lógico foi a briga dos dois, exagerado eles romperem uma amizade tão antiga por causa de um blog, parece estranho Barry se afastar de Iris para fazê-la mudar de ideia sobre ir atrás do Flash, o que deve fazer com que só fique mais curiosa sobre o borrão. Barry está formando um par muito melhor com West, a química entre eles é muito forte e a risada do West ao ouvir a voz especial de Barry foi naturalmente engraçada.

Hora de falar da última cena do episódio e a revelação do que levou Wells e Eiling a romperem a parceria, o macaco Grodd! No meu primeiro review de The Flash comentei a referência ao clássico vilão da DC Grodd, que fugiu do laboratório, e que apareceu pela primeira vez no flashback mostrando o quanto Wells gostava do macaco. Estou mega curioso para saber como a série irá mostrar o genial Grodd na prática falando e sendo mais inteligente que todos!

quatro

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s