Deixe um comentário

Gotham – 1×08 – The Mask

gotham-the-mask_article_story_largeÉ visível a melhora de Gotham nos últimos episódios, amadurecendo seus personagens e trabalhando bem melhor os crime da semana. O empresário maluco que decidiu transformar sua empresa em uma espécie de clube da luta foi uma ligação para o tema principal do episódio, a raiva que cada personagem guarda dentro de si, seja com Gordon, Bruce, Pinguim e até a Fish.

O que falta ainda melhorar e muito na série é trabalhar melhor as ligações entre suas tramas, nem tudo precisa estar ligado a morte do Wayne, e também a adaptação do tom dos quadrinhos para a TV. O vilão da semana Sionis (bom Tood Stashwick) foi mostrado de forma quase cartunesca com aquelas máscara. A ideia de trazer o tom dos quadrinhos para a série está fazendo com o que os vilões fiquem, muitas vezes sem querer, cômicos demais e beirando ao ridículo.

A utilidade maior deste enredo foi trabalhar a raiva de Gordon contra todos de Gotham, incluindo seus colegas, que como bem disse Bullock o odeiam porque faz com que eles percebam como são corruptos e covardes. A relação de Gordon e Bullocck está melhorando, o veterano dando um discurso nos seus colegas e defendendo como Gordon foi um exemplo de como o próprio respeita seu colega, mas no final o ninja Gordon salvou sua própria vida. O que gostei e muito foi a ameaça final de Gordon dizendo que nada o fará desistir de prender todos os corruptos de Gotham, o que incluí o próprio Bullock.

A melhor novidade deste episódio foi que Barbara foi embora e já vai tarde! A cada episódio Barbara fica ainda mais insuportável com sua excessiva carência, ela já deveria perceber que Gordon tem um trabalho a fazer e não tem tempo para os seus chatos dramas. Mais uma vez a cena da Selina pareceu forçada, a personagem não deveria ser obrigada a aparecer em todos os episódios. Quem vem se destacando é Nigma, cada vez mais estranho e cativante, a cena dele no necrotério foi assustadora e engraçada.

Pela primeira vez os roteiristas souberam trabalhar Bruce Wayne e também sua relação com Alfred, este foi o melhor episódio destes dois importantes personagens. O ataque do garoto folgado foi a deixa perfeita para Bruce começar a soltar toda sua raiva guardada e dar uma merecida surra, usando o relógio do pai de Bruce (!), naquele menino folgado. Foi também a primeira vez que Alfred mostrou não apenas proteger Bruce, mas deixá-lo soltar sua raiva, sem esquecer da ótima ameaça do mordomo para o adolescente folgado. Um momento marcante para a história de Bruce e Alfred que se aproximam ainda mais, com o mordomo ajudando seu protegido a encontrar na luta uma maneira de soltar sua raiva e começar seu treinamento para o seu conhecido futuro.

Como sempre o melhor do episódio foi a guerra, “pacífica”, entre Pinguim e Fish, ótimos e provocativos diálogos destes inimigos que tem em comum o desejo de assumir o lugar de Falcone. Bem trabalhado a ideia de como a maluca mãe de Pinguim o ajudou a pensar em uma maneira de atacar Fish descobrindo seu segredo através do homem que o substituiu. Fish é uma vilã carismática demais, incrível a maneira que ludibriou Liza com sua falsa história para que a jovem continue atrás de Falcone, o detalhe discretamente revelado da mãe de Fish ser a senhora cantora foi espetacular.

Comentário Extra:

Richard Sionis e sua máscara negra foi inspirada em Roman Sionis, o Máscara Negra, vilão dos quadrinhos do Batman.

tres_e_meio

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s