Deixe um comentário

American Horror Story: Freak Show – 4×05 – Pink Cupcakes

pink-cupcakes-1-111624Oficialmente Freak Show fala sobre pessoas com deformidades físicas, mas realmente tem como tema maior as deformidades de caráter de seus personagens. Não existem heróis, apenas vilões e pessoas egoístas que enfrentam suas próprias falhas de caráter.

O uso das falsas ilusões de Stanley matando os freaks foi uma ideia que na prática ficou muito confusa. A ideia era intensificar o desejo por dinheiro e fama de Stanley ao vender as criatura para o museu e também trazer um terror real; a cena de Dot ao lado de sua irmã morta foi realmente assustadora, mas essa ilusão teria mais impacto se fosse real. Todo o discurso contra a televisão de Elsa foi derrubado ao ser humilhada em sua apresentação e tendo assumir que precisa de Stanley, e sua televisão, para realizar seu desejo de fama. Stanley pensa que para se aproximar dos freaks precisa da confiança de Elsa, mal sabe que em seu delírio pela fama Elsa quer ser a única estrela, por isso entregou Dot e Bette para Gloria e seu maluco filho. Além da própria Elsa, Maggie pode atrapalhar Stanley, sendo talvez a pessoa com um pouco mais de caráter, tentou até salvar a vida de Jimmy, o chato! Jimmy parecia um personagem muito atraente, mas virou um chato com suas intermináveis lamentações sobre Meep e as desnecessárias cenas dele beijando Maggie e Desiree, um garoto carente em busca de atenção.

A visita de Desiree ao médico foi uma bela cena, com ela descobrindo ser uma mulher de verdade, ressaltando como a falta de conhecimento cria certos preconceitos. Para Ethel seja pela inveja ou por vingança, foi uma chance para colocar Desiree contra Dell. A melhor revelação deste episódio foi a homossexualidade escondida de Dell, o que explica sua impotência e o motivo de tamanha atração por Desiree e seu grande clitóris. Michael Chiklis passou toda amargura interna de Dell apaixonado por outro homem, mas incapaz de se separar de sua esposa, tendo como seu maior defeito o medo de ficar sozinho. A covardia e fraqueza de Dell são escondidas na sua força que usa para o mal, em atos horríveis como a quebrar as mãos do médico que poderia tirar Desi dele.

Dell que estava apaixonado pelo garoto de programa Andy (curta e grata participação de Matt Bomer), pobre desenhista que foi a nova vítima de Dandy, muito pior que o Palhaço. A cena de Andy tendo uma enorme dificuldade para matar Dandy foi de um humor negro extremo. Tem mais lógica o jeito insuportável de Dandy no começo ao descobrir que seu pai era um assassino e que Gloria, uma futura vítima dele, o protege tanto porque no passado foi uma péssima mãe. Dandy vive uma transformação revelando sua verdadeira identidade de um assassino sádico, incapaz de amar outra pessoa e que tem prazer em matar. A cena da narração de Dandy falando sobre si mesmo não deixa de ser uma crítica a cultura da beleza e da busca pela fama. O futuro de Dandy e Gloria está ligado ainda mais ao circo; seja com Dell pela morte de Andy, Elsa entregando as siamesas, mas o fim de mãe e filho pode vir através da filha (Gabourey Sidibe) da empregada.

Somente elogios para a maneira que as tramas foram ligadas e aos poucos grandes revelações foram contadas, costurando todas as tramas em uma só linha narrativa iniciando uma nova fase na história.

tres_e_meio

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s