Deixe um comentário

Arrow – 3×04 – The Magician

arrow-the-magician-katrina-lawO tema principal, pelo menos desta primeira parte, da temporada é a morte de Sara, todas as tramas estão ligadas na busca pelo assassino da Canário. Muitos não gostaram deste episódio pelo seu ritmo lento, o que é verdade, mas penso ter sido uma trama de passagem para algo maior. O erro maior desta trama foi que tudo revelado já era do conhecimento do público e toda a trama serviu mesmo para apresentar o início da guerra de Oliver com a Liga dos Assassinos comandados por Ra’s Al Ghul.

Foi uma boa solução recolocar Merlyn na trama principal, o ligando a morte de Sara e também conectando com a Liga dos Assassinos, os vilões deste ano. O roteiro sobre trabalhar bem as opiniões opostas e e maneira de agir de cada um pela morte de Sara. Oliver está mais consciente, pensa antes de agir e sua postura de não matar mais pessoas o coloca acima do código da Liga dos Assassinos. Oliver ficou em duvida se seria capaz de cumprir o seu novo juramento ao reencontrar Merlyn, mas era bem óbvio que ele não era o assassino de Sara. O reencontro de Oliver Meryln foi tenso como o esperado, pelos crimes do passado Meryln merecia até morrer, mas Oliver já sente o peso de ter sido o culpado pela morte de sua mãe e não seria capaz de matar o pai de Thea.

A relação entre os irmãos Queen está sendo bem curiosa, ambos prometendo contar a verdade, quando de fato estão contado diversas mentiras. A rede de mentiras uma hora irá acabar e quando isso acontecer talvez os irmãos se separarem definitivamente, talvez é isso que Meryln está esperando. Já escrevi que Meryln não é confiável, o próprio tem noção e controle da sua maldade, a qual tem até orgulho. Meryln é egocêntrico e dono de uma confiança enorme como ao não ter medo de aparecer em lugar público, correndo o risco de ser descoberto. Meryln conseguiu o que queria ao ter tanto Oliver como Thea em suas mãos, sua filha é a certeza de que Oliver não o matará ao mesmo tempo que tem Thea como sua aliada. O discurso de Meryln sobre a cidade ter sido sua antes de Oliver tomá-la de suas mãos, leva a a ideia de que Meryln está calmo demais e que talvez seu plano é derrubar Oliver e retomar sua cidade.

Uma outra visão da morte de Sara é a de Nyssa (segura Katrina Law) e Laurel, a primeira é uma assassina que age pelo instinto, tendo um comportamento parecido com de Laurel, as duas até criaram uma aliança pelo amor que sentiam por Sara e a busca de uma vingança pela sua morte. A própria Nyssa reconheceu que a raiva que Laurel está sentindo pode ajudá-la a assumir a máscara de sua irmã, o que deve acontecer logo. Nyssa está lutando com o próprio sentimento de culpa pela morte de Sara, o transferindo para Oliver e Merlyn, tenho certeza de que dentro de si desconfia que seu pai é o responsável pela morte de sua amada. O que leva ainda a minha antiga teoria de que Ra’s Al Gul, o diabo, está por detrás de da morte de Sara, a maneira que ele falou sobre como Sara nunca ter sido uma integrante de verdade da Liga só aumenta minha suspeita.

Minha teoria é que pela calma e passividade da voz de Ra’s ao conversar com Nyssa, é que seu plano desde o começo foi de matar Sara para criar uma rivalidade com o Arqueiro e assim tirar ele e Meryln do jogo e tomar o controle de Starling. A decepção ficou por conta do ator Matt Nable como Ra’s, a caracterização e o sotaque não agradaram, pareceu tudo caricato demais, mas quem sabe com o tempo o ator consiga fazer uma atuação tão marcante como Liam Neeson fez no mesmo papel em Batman Begins.

A minha maior crítica mais uma vez é sobre o flashback, forçada demais a ideia de ligar Waller com Edward Fyers, o vilão dos flashbacks na primeira temporada, e ainda mais trazer de volta a China White. Essas reviravoltas sem fim dos flashbacks estão ficando cansativas e cada vez mais ilógicas, agora com a revelação de que Waller estava observando Oliver desde o começo! Pelo menos gostei de como Oliver está se aproximando da família Yamashiro, menos de Tatsu, o que também deve mudar.

Comentários Extras:

Lance é o melhor piadista da série, ele falando da roupa de Halloween da Nyssa foi hilário. Até quando Laurel vai conseguir esconder que a filha dele está morta!

O que diabos foi aquela pirueta do Roy antes de enfrentar Nyssa que o derrubou facilmente com um tranquilizante! Roy precisa melhorar sua técnica, para não virar uma piada.

Belíssima cena de luta entre os Arqueiros e Nyssa.

Felicity retornando de sua visita ao Flash sem entender nada do que estava acontecendo.

tres_e_meio

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s