Deixe um comentário

The Flash – 1×03 – Things You Can’t Outrun

NA-109799The Flash, diferente de Arrow, está usando os flashbacks para desenvolver não só Barry, mas também os personagens secundários como neste episódio. Ousado colocar seu protagonista em segundo plano já no terceiro episódio, mas necessário para que os outros personagens ganhem profundidade e conquistem o público.

O flashback serviu para aprofundar mais Caitlin e razoavelmente Cisco; contar a história de Caitlin e seu noivo Ronnie também mostrou detalhes do dia do acidente do acelerador de partículas. Por ter este trauma do passado Caitlin tornou-se ainda mais fria, já que era Ronnie (Robbie Ammell, primo de Stephen Amell , o Arrow) que a fazia ser mais feliz. A perda de importantes pessoas em suas vidas é o que une ainda mais Barry e Caitlin, uma relação que fica cada vez mais próxima. Ronnie teve uma introdução muito benfeita, mostrando um cientista nerd, mas moderno e destinado a ser um herói. A participação de Ronnie ainda terá muita importância na trama e espero que a reviravolta sobre sua história, envolvendo seu lado heróico, não demore para acontecer. Quando mais Barry se aproxima de Caitlin, mas Iris e Eddie ficam mais unidos, boas risadas com as ameaças e piadas de Joe que claro já sabia do namoro deles. Eddie ainda será muito importante na trama e o roteiro está o desenvolvendo muito bem, já deixando aquela imagem do detetive metido para uma pessoa íntegra e correta.

Por outro lado Cisco ainda continua sendo um personagem comum, tem o peso de ter tomado a decisão que matou Ronnie, mas Cisco é tão metido a comediante que este drama pessoal não teve muito efeito. Cisco serve como o nerd jovem e para dar nome aos vilões ou melhor dizer os seus nomes nos quadrinhos, como o Névoa! O Névoa foi um alicerce para o desenvolvimento da história, seja pelos flashbacks ou pela construção da prisão no lugar que estava o acelerador de partículas. Um vilão clássico sem muita profundidade que rendeu boas cenas de ação e novamente ótimos efeitos especiais.

Um ponto mais importante é a ideia de o laboratório virar uma prisão para os meta-humanos, algo ainda mais perigoso ao pensar que o Dr. Wells é quem está no comando do lugar. Uma frase marcante neste episódio foi de Wells ao dizer que estava esperando “por séculos” para ligar o acelerador de partículas; agora ficou claro que Wells planejou tudo há muito tempo, incluindo a transformação de Barry em Flash.

Barry deu mais um passo no seu amadurecimento como herói, aprendendo a velha lição de que não será capaz de salvar a todos. Um ponto bacana no herói é como os seus poderes são tão importantes como seu conhecimento para solucionar os casos. A relação de Barry e Joe continua um ponto muito forte na trama, assim como a relação dois dos com Henry; penso que Henry talvez não tenha visto o rosto do herói, mas suspeita que seja Barry, afinal ele deveria ter ficado mais assustado ao ver um borrão como no dia que sua esposa foi morta.

Comentário Extras:

Quando Caitlin disse que ela e Ronnie eram “gelo e fogo”, foi uma gigantesca referência ao futuro dos dois. Os roteiristas aos poucos deixam no ar que a história destes personagens deve ser similar a dos quadrinhos.quatro

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s