Deixe um comentário

Arrow – 3×02 – Sara

ar302b0375bjpg-d28fa0A morte de Sara fez com que Oliver mais uma vez sentisse o peso de ser um herói e questionasse se quer ter um vida solitária acabando morto como a Canário. Stephen Amell fez uma atuação perfeita passando por Oliver tendo que ser mais forte do que todos até assumir seus sentimentos pela perda de Sara. A morte de Sara pode fazer com que Oliver queria algo mais para sua vida e não aceite ser apenas um vigilante, este questionamento é profundo e deve se alongar por toda temporada.

A morte de Sara vai mudar muito tanto Felicity como Laurel, ambas percebendo que querem algo mais para suas vidas, mas coisas diferentes. A cena de Felicity tirando os óculos e chorando foi de cortar o coração, ela aceitou o emprego de Ray, o insistente perseguidor, porque precisa de algo mais para sua vida do que uma vida perigosa de vigilante, não será desta vez que o romance com Oliver vai virar realidade.

A transformação e amadurecimento de Laurel já começou, caminhando para assumir a identidade da Canário, a cena dela olhando a jaqueta de Sara passou claramente essa ideia. Laurel já tem dentro de si o motivo para se tornar uma vigilante, mas acho que deveria ter contado para Quentin sobre a morte de Sara. Oliver, assim como fez com Roy, não vai poder segurar a sede de Laurel por vingança e talvez a usá-la para treiná-la e assumir a máscara da Canário. A instável personagem Laurel tem nesta temporada a sua maior chance de conquistar os fãs e um lugar real na trama.

Uma preocupação minha desde a temporada passada é quando os flashbacks deixariam de ter utilidade narrativa e virara pura enrolação, o que está acontecendo. Todo o flashback com Oliver reencontrando Tommy pareceu desconexo com a história do episódio e da série. Espero que os flashbacks tenham novamente utilidade, porque essa série de revelações sem fim já cansou. Outro ponto que está deixando a desejar é a introdução de Ray Palmer, o personagem precisa ainda melhorar como também a atuação de Brandon Routh A proposta de Felicity começar a trabalhar com Ray pode ajudá-lo a se integrar melhor e também dar para a Felicity um enredo fora de sua aliança com Oliver, o romance deles realmente não vai acontecer nesta temporada.

Um ponto que estou curioso é saber o que Merlyn quer ao transformar Thea em uma guerreira, já que pelo jeito ela tem um talento natural! O retorno de Thea será bom para Roy que atualmente só serve como companheiro do Arqueiro nas cenas de ação. O vilão Lacroix, o Komodo, ajudou a dar ação a um episódio bastante dramático, mas era bem óbvio ele não o assassino de Sara. Duas boas cenas neste enredo, o duelo de motos e flechas e a revanche com Oliver dando uma de ninja e derrotando o vilão.

Comentários Extras:

“Você está com cara de que alguém fez xixi no seu cereal”. Melhor frase do episódio dita por Quentin Lance!

Que fofo Diggle voltando ao time para vingar a morte de Sara e dando o nome dela para sua filha!

Um detalhe pequeno foi que Ray Palmer já começou a mudar a Queen Consolidated trocando o seu logo da cor verde para a azul, isso foi uma referência ao futuro dele como o herói Eléktron.

Tanto o vilão Lacroix como a empresa ArmeTek existem nos quadrinhos da DC.

quatro_e_meio

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s