1 comentário

The Flash – 1×02 – Fastest Man Alive

flash1

O segundo episódio de The Flash conseguiu superar o piloto! A cena de abertura já mostra que diferente de Arrow, The Flash terá o humor como diferencial. A construção do protagonista Barry Allen de um garoto para um herói está indo muito bem; Allen tem seu lado heroico, a cena do incêndio, um jovem animado com seus poderes, uma centrifuga humana e até bem-humorado, quando falou correndo tudo que sente para Iris, além de Barry ser bastante atrapalhado e mesmo sendo o homem mais rápido do mundo sempre chega atrasado em seus compromissos!

The Flash está sabendo criar uma simbiose entre o seu protagonista e seus aliados; os personagens secundários serão essenciais no crescimento de Allen. A dinâmica da equipe do herói nos laboratórios da S.T.A.R melhorou muito; Cisco funcionou bem como alívio cômico e suas invenções começam a ganhar sentido; aquela esteira ainda terá muita importância na trama. Gostei da mudança de Caitlin passando de agressiva para alguém que começa a ver que o destino de Barry é ajudar as pessoas, também foi mencionado o seu suposto falecido noivo Roonie Raymond, só digo uma coisa guardem este nome!

Uma relação vital é a amizade quase de pai para filho entre o protagonista e Joe (Jesse L. Martin, dando show!), sendo Joe aquele que vai tirar de Allen a força para não desistir e ser um herói, ligando também o lado da polícia com a vida de herói do Flash. Uma esperta ideia de colocar Iris como a jornalista que vai investigar o misterioso herói, criando dois lados para este enredo, o humor com Barry escondendo seu segredo e o drama quando ela eventualmente descobrir a verdade. Como uma cobra Wells está dando pequenos passos para ajudar Barry a se tornar o The Flash, a cena dele mencionando o nome do herói foi sensacional! Wells por algum motivo precisa que Barry vire o Flash e assim matou Stagg para que o cientista não estragasse seu plano. Wells é um personagem muito interessante, porque o público sabe do seu interesse real enquanto vê ele manipulando a todos para cumprir seu objetivo

Os vilões inicialmente realmente serão apenas usados para construir o lado heróico de Barry. O Multiplex foi bem trabalhado na parte da ação e seus poderes, mas não muito bem em sua história. A revelação sobre os motivos do vilão querer matar Staggs deveria ter sido introduzido no começo e não desperdiçar este bom arco dramático de forma ríspida nos minutos finais. Outro ponto questionável é a ideia de desperdiçar um bom vilão o matando, um erro que Arrow também comete às vezes.

O que me impressionou e muito foram os perfeitos efeitos especiais, desde as cenas do Flash até os poderes do vilão Multiplex, cada detalhe feito com muito cuidado!

Comentário Extra  e dos quadrinhos para a TV:

A cena de Flash enfrentando o Multiplex pareceu uma versão bem melhorada da clássica cena de Matrix Reloaded .

Stagg e Danton Black são personagens vindos dos quadrinhos; o primeiro um cientista também e Black é realmente o vilão Multiplex,  que faz parte do universo do herói Nuclear, que em breve aparecerá também em The Flash.

Essa semana foi anunciado que o Flash vai ganhar um filme no cinema, mas não será Barry Austin que interpretará o personagem e sim o ator Ezra Miller. Teremos dois Flashs, um na televisão e outro no cinema!

quatro

Um comentário em “The Flash – 1×02 – Fastest Man Alive

  1. […] canal CW encomendou mais episódios para as séries estreantes The Flash e Jane the Virgin, ambas terão uma primeira temporada completa com um total de 22 episódios. […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s