Deixe um comentário

Sleepy Hollow – 2×04 – Go Where I Send Thee…

SLEEPY HOLLOW ADVANCE PREVIEW SPOILER SEASON 2 EPISODE 4Sleepy Hollow essa semana saiu da rotina da guerra entre Crane contra Moloch e teve seu primeiro episódio de “monstro da semana” desta temporada, mesmo com uma trama mediana a série continuou sendo um agradável entretenimento.

O demônio da semana com a história de maldição não foi uma grande novidade e longe de ser um vilão memorável, chamou atenção mais pelos aspectos técnicos. A maquiagem do vilão era bem assustadora, as cenas de Jenny hipnotizada foram muito bem construídas, tanto no efeito especial como no humor, com Crane a tocando, afinal é um instrumento muito mais prático do que um violencelo. Outro bom ponto deste enredo foi a luta de Crane sem escutar nada, um detalhe curto, mas que deu um tom especial para a luta, aliás primeira vez que Crane encontra um rival a sua altura, sendo salvo por Abbie.

Algo que incomoda é a mania de que toda a história precisa estar ligada ao passado de Abbie e Crane, como a mãe conhecer Abbie desde pequena e a maldição estar ligada a guerra que Crane lutou. Outro ponto que ainda tenho minhas dúvidas é a introdução de Hawley, essa postura de caçador de recompensas e que quer distância da guerra sobrenatural, não deve demorar muito para cair e entrar no time de Crane e Abbie, o primeiro o odeia cada vez mais e Abbie já percebeu que Hawley não merece confiança. Que ódio do Hawley! Crane estava certo desde o começo que não poderia confiar nele e entregou o que sobrou da flauta (Abbie perfeita!) para o Henry!

Henry fica ainda mais poderoso ao possuir o poder da flauta, mesmo quebrada, em suas mãos para aumentar o seu exército ainda mais, e dar novos colegas para Irving! O Capitão teve uma visão do sombrio futuro como um dos soldados do Cavaleiro da Guerra. Henry soube como pegar Irving em seu ponto fraco que é a sua família e somente para descobrir que não pode demitir o advogado que é dono de sua alma!

Comentários Extras:

Crane não sabe usar um computador, mas ganhou uma nova batalha contra a tecnologia ao dominar os 300 cavalos de um carro! Ri demais com a cena de abertura e pegadinha dele para assustar Abbie, dirigindo maluco daquele jeito Crane só poderia ter aprendido com Jenny!

Hilário a reação de Crane ao tomar o cappuccino, com direito a bigode de leite, e perceber que os italianos estavam certos neste ponto!

Se Hawley tem uma qualidade é colocar bons apelidos em Crane, como Orgulho e Preconceito e Shakespeare.

Sentia muita falta de Jenny e não posso dizer o mesmo da chata da Reyes que felizmente não apareceu neste episódio

tres

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s