Deixe um comentário

Greys Anatomy – 11×03 – Got to Be Real

092414greysanatomy3-1411595011A falta de sinceridade pode destruir qualquer relação, seja em um casamento, em uma relação de pai ou filha ou uma amizade. Algo também importante é parar de fugir da verdade encarar os fatos; uma longa discussão é sempre melhor do que uma conversa adiada por tempo demais. Fora dos relacionamentos sociais, o ser humano sempre precisa de um objetivo para tirá-lo da cama todos os dias, sem isso uma pessoa se sente inútil e sem força para continuar. A falta de sinceridade, conversas adiadas e a busca de um objetivo foram temas principais nesta semana de Grey’s Anatomy que mantém a sua regularidade de bons episódios.

Meredith e a dura verdade

Estou gostando do estilo “pessoa” de Karev sendo mais prático e menos emocional ao ajudar Meredith, bem melhor do que aquelas danças ilógicas que ela tinha com Yang. Meredith encarou a realidade que Maggie é sim sua irmã, mas para variar fugiu do assunto ao não encará-la e colocar em Webber a responsabilidade de conversar com Maggie antes dela.

Webber, fugindo da verdade

Preciso concordar com o ataque de raiva de Maggie que tem razão de ficar brava e chamar Webber de covarde por não ter falado com ela e ter adiado isso demais. Entendo que foi um choque para Webber descobrir ter uma filha, mas foi covarde ao adiar a conversa com Maggie e agora vai ter que lutar ainda mais para conquistá-la e se conseguir sua confiança.

Shepherd versus Shepherd

Fiquei com muita raiva de Derek que foi prepotente e injusto com Amy, repetindo com ela a mesma atitude egoísta que Meredith teve com ele. Derek precisa assumir a escolha que fez e não colocar somente nas costas de Meredith, no final foi ele quem decidiu abandonar o estudo em Washington. O que Derek está fazendo com Amy é vergonhoso, sua irmã está batalhando e tendo o reconhecimento que merece e ele não pode tirar isso dela. Derek vai ter que colocar na cabeça que por sua própria culpa não é o mais o rei do hospital e que precisa dividir sua cora com sua irmã.

A pergunta que não quer calar é qual a função de April nesta série? Sua presença nesta briga entre os Sheperd só mostrou a sua inutilidade na trama.

Derek e Meredith, a falta de uma boa conversa

Faltou ao casal uma boa e prática conversa, algo que os dois foram adiando e agora chegaram neste novo impasse. Os dois ficaram em Seatle, mas praticamente separados com um não contando para o outro que estão sentindo e vivendo. Uma briga idiota e que poderia ser facilmente resolvida, mas como estamos falando de Grey’s Anatomy essa crise ainda deve ir bem longe.

Callie, Arizona e o bebê que nunca vai nascer

Era bem óbvio que era Callie que desejava ter um novo filho e que Arizona não estava tão empolgada com essa ideia. Arizona está empolgada com o estudo da cruel Dra. Herman que mudar a sua carreira e no qual vai precisar se dedicar totalmente para dar certo.  No fundo as duas estão ocupadas demais com suas carreiras para terem uma nova criança, mas a possibilidade de terem um novo filho era talvez a única coisa dava a esperança de que este casamento pudesse continuar.

Callie, Avery e Hunt, unidos por soldados pernetas

Hunt está certíssimo de querer continuar na luz e entender que precisa superar a perda de Yang. Avery não quer ser um mero presidente do Conselho e sim fazer o que mais ama que é a medicina e Callie precisa de algo para se sentir útil novamente e esquecer seu frustrado casamento. A história criada sobre o tratamento para soldados feridos tem a simbiose perfeita para ser um motivo racional para unir os três neste momento. Callie é uma personagem bastante forte e pode ajudar a trazer os dois de volta a trama principal.

Bailey, matando um tubarão por dia, x Karev, a “pessoa” desempregada, e um conselho pouco preocupado com eles

Desde a primeira cena sabia que o Conselho escolheria no final Bailey, mais experiente e preparada para assumir o cargo neste hospital que conhece cada detalhe. Bailey é dona de uma confiança enorme e a única coisa que a amedronta, algo bizarro, são tubarões em piscinas públicas! Para Bailey é uma merecida vitória por anos dedicado ao hospital que tanto ama.

Para Karev foi uma derrota muito sentida porque tinha colocado todas suas fichas nesta nova função, agora está desempregado e sem um objetivo para sua vida, ficando apenas com a função de ser a pessoa de Meredith. Karev vai ter um longa batalha interna para achar um novo propósito para sua vida e superar a recusa do Conselho, incluindo a de Meredith. Que tome vergonha na cara e também perceba que está deixando Jo de lado demais e que não pode fazer isso com aquela que esteve sempre ao seu lado.

tres_e_meio

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s