Deixe um comentário

Crítica: A Bela e a Fera

la_belle_et_la_bete_pixLéa Seydoux (Azul é a Cor Mais Quente) e Vincent Cassel (Senhores do Crime) estrelam a nova e belíssima, principalmente aos olhos, adaptação da clássica fábula A Bela e a Fera.

A trama é em sua base a mesma da fábula, um mercador (André Dussollier) perde toda sua riqueza é obrigado a mudar com seus seis filhos para o campo; diferentemente das suas gananciosas irmãs e problemáticos irmãos, Bela (Seydoux) está disposta a ter uma vida feliz e mais simples nesta nova realidade. Um dia o mercador acaba parando em um gigantesco castelo que pertence a uma homem com corpo de Fera (Cassel) que condena o mercador a morte por tentar roubar uma rosa de seu castelo. Bela não aceita isso e toma o lugar de seu pai, aceitando o acordo de morar com a Fera até o fim de sua vida.

3377731O francês Christophe Gans (Terror em Silent Hill) assina o roteiro, ao lado de Sandra Vo-Anh, e dirige essa produção franco-alemã que com um trabalho impecável de computação gráfica eleva a fábula ainda mais. Gans passeia com sua câmera por toda a imensidão do castelo da Fera, observando cada detalhe do cenário feito em CGI mais com um realismo impressionante. O detalhado CGI segue também na criação das criaturas da história, sejam os fofos bichos orelhudos, as enormes criaturas de pedra e especialmente a Fera. Vincent Cassel se transforma totalmente em Fera com mudanças em sua voz e um detalhado e impecável trabalho de CGI na criação do rosto da enorme criatura; são impressionantes os detalhes dos pelos e expressões da Fera.

Ninguém poderia interpretar melhor essa clássica personagem do que Léa Seydoux que mais uma vez faz uma atuação de corpo e alma e traz para Bela seu impactante olhar e a sua beleza, incluindo seus dentes separado,s dando um  toque de realismo para a personagem. A trama chega ao seu ápice nas cenas em que Seydoyx e Cassell estão juntos, uma mistura perfeita de um visual único com atuações na medida certa; o elenco secundário não consegue alcançar o mesmo nível dos protagonistas, os intérpretes dos irmãos e irmãs da protagonista exageram em caricatas atuações.

la-belle-et-la-bete-photo-52cc3885ca027O longa mantém quase totalmente a premissa da trama original e acrescenta algumas novidades que aumentam ainda mais o lado de fantasia da história e dão mais amplitude as mensagens passada pela fábula. O roteiro amplifica a mensagem sobre a ganância do homem dando um tom mais dramático e adulto ao introduzir as histórias paralelas dos irmãos e irmãs de Bela e obviamente passa de forma muito emocionante a conhecida mensagem sobre o amor.

quatro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s