1 comentário

Crítica: Os Mercenários 3

BRAY_20130904_EXP3_8122.dngO segundo filme da franquia Os Mercenários teve como maior acerto saber rir de si mesmo, algo que ficou ainda mais evidente com a participação do mito Chuck Norris. Os Mercenários 3 esquece este tom sátiro e lembra mais o primeiro, e ainda mais fraco filme da franquia, explorando com um excessivo tom dramático uma trama que não tem como ser levada a sério.

O único momento que este humor sátiro aparece é na cena inicial que faz uma homenagem ao ator Wesley Snipes que depois de um período preso, exatamente por sonegação fiscal, volta a sua carreira de ator com uma entrada bastante triunfal. Este tom humorístico logo se perde pela entrada de outro veterano ator, Mel Gibson, interpretando um clássico vilão caricato com frases baratas de efeito e que fica explicando seu plano. A entrada de Gibson parece ter influenciado ao roteiro ter um tom mais dramático, trazendo ainda mais aquele estilo dos filmes de ação dos anos 80 com a pífia história de dois amigos que formam uma amizade e parceria, mas que se separam pela ganância de um deles.

Os Mercenários-3-2Syvelster Stallone que novamente protagoniza e assina o argumento inicial, depois desenvolvidos por outros roteiristas, trai o seu próprio ideal inicial ao deixar de ser um filme sobre a reunião de experientes atores no gênero da ação no momento que decide integrar na trama uma nova geração de atores do gênero. Assim como acontece na trama os novatos precisam dos mais experientes para funcionarem, é assustadora a diferença entre os veteranos e os mais jovens, seja pela falta de carisma ou de capacidade de atuação, já dentro dos pequenos limites do que se espera em um longa de ação. É se arriscar demais ao confiar em um ator medíocre como o pseudo galã Kellan Lutz e a lutadora Ronda Rousey que só faz caras e bocas e é praticamente muda. Quem acaba roubando atenção mesmos são os veteranos estreantes na franquia, Antonio Bandeiras traz mais humor para a trama em um papel hilário e rouba a cena por ser um ator com muito mais talento do que seus companheiros e o mesmo vale para Harrison Ford que com sua experiência e seu tom propositalmente rabugento.

O diretor Patrick Hughes (Busca Sangrenta) repete o mesmo que foi feito pelos seus antecessores na franquia, parece estar lá apenas para obedecer as ordens do verdadeiro mandachuva Sylvester Stallone. Diretor e ator parecem se inspirar demais nos filmes de ação dos anos 80 até nos efeitos especiais, porque em uma época que macacos criados no computador encantam o público pelo seu realismo é difícil acreditar que os envolvidos não poderiam ter investido mais nesta que é a parte mais importante desta produção. Uma reunião de cenas de ação com efeitos especiais patéticos que parecem ter sido feitos por amadores diante da falta de capricho, seja nas inúmeras e falsas explosões e até nas cenas de luta e tiros onde é facilmente possível identificar o uso de dublês.

Os-Mercenarios-3-3Os Mercenários 3 vazou na internet semanas antes de sua estreia, o que como esperado prejudicou o resultado do filme em sua estreia que teve números abaixo do esperado nas bilheterias dos EUA, porém é preciso esperar mais algumas semanas para ter uma noção melhor se o culpado de um possível fracasso foi o vazamento ou um perceptível desgaste da franquia. Depois de apenas três filmes a franquia Os Mercenários 3 chega ao seu limite criativo, mesmo assim Stallone deve continuar investindo nela trazendo novos rostos e veteranos para integrarem o seu time de mercenários da terceira idade.

dois

Anúncios

Um comentário em “Crítica: Os Mercenários 3

  1. […] que os fãs esperam. Os Mercenários 4 não tem previsão de estreia. O maior problema de Os Mercenários 3 foi se levar a sério demais, mas concordo que faltou mais sangue ao […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s