Deixe um comentário

Série Nova: Married – 1×01- Pilot

marriedA vida de um casal com filhos não é fácil, se por um lado a convivência gera cumplicidade, amizade e outras coisas lindas, por outro traz quase sempre a falta de sexo; a sitcom do FX Married busca explorar com humor negro, beirando ao deprimente, a vida de um casal que vive uma crise sexual.

Lina (Judy Greer, de Two and Half Men) e Russ (Nat Faxon, de Ben and Kate) são casados e pais de três fofas meninas, parecem ter uma vida feliz, exceto pela falta de sexo. Lina prefere viver no mundo da fantasia lendo livros sobre vampiros e lobisomens, não tem interesse sexual algum pelo seu marido, já Russ continua ativo sexualmente e tenta sem sucesso atrair sua esposa, mas acaba sempre levando um fora e tendo que se masturbar ao lado dela ou no sofá da sala! Sabendo destes desejos incontroláveis do seu marido, e querendo se livrar deles, Lina dá a Russ passe livre para encontrar uma amante.

Com ajuda de seus amigos Russ tenta encontrar essa amante ao mesmo tempo que ainda acredita que pode ser felizmente sexualmente dentro do seu casamento. O problema principal de Russ é a sua total incapacidade de interagir com outras mulheres; Russ é um personagem que deveria engraçado, mas acaba sendo digno de muito pena, toda a situação que passou com a depiladora foi muito mais do que constrangedor e realmente só uma mulher instável emocionalmente acabaria ficando atraída por um cara como ele.

Esperava bastante de Married tanto pela sua premissa como pelos seus protagonistas, mas a série não provou para o que veio em seu chatíssimo episódio piloto. O roteiro exagera no humor negro que ultrapassa o limite e torna-se deprimente, afinal é difícil rir sobre piadas que envolvem a morte de um feto, um cachorro atropelado, um peixe e uma senhora que teve um ataque cardíaco! A proposta é tentar fazer rir através do constrangimento que os personagens vivem na trama, mas diferentemente de outras séries deste estilo, como The Office, Married exagera demais no humor negro e traz cenas impossíveis de rir, como Russ quase fazendo sexo com a depiladora ao lado da foto da foto de um feto morto.

O elenco conta com ainda dois bons nomes Brett Gelman (Go On) como AJ e Jenny Slate (House of Lies) no papel de Jess, melhores amigos de Russ; dois bons comediantes desperdiçados em caricatos papéis. A ótima e engraçada Judy Greer teve um espaço mínimo no episódio piloto com uma personagem chata demais e é até difícil acreditar que Russ consiga titubear tanto em trair uma pessoa que o trata tão mal. Greer serve mais como de escada para Russ interpretado por Nathan Fixon um ator mediano e que não tem carisma e potencial para ser protagonista de uma série, como ficou já tinha ficado claro na finada Ben and Kate.

Vai dar certo? Não pode e não merece dar certo.

Para quem gosta de…:  humor negro e deprimente.

O TV Cinema e Música vai acompanhar? Não, impossível assistir uma série de comédia que na verdade faz você ter vontade de chorar.

dois

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s