Deixe um comentário

Série Nova: Salem – 1×01- The Vow

1

Salem é a primeira série ficcional original do canal WGN; criada por Brannon Braga (24 Horas) a produção pretende contar a origem da caça às bruxas na cidade de Salem, dando uma nova visão e diria interessante visão para essa conhecida história.

A personagem principal é a inicialmente doce Mary (Janet Montgomery, de Made in Jersey), uma jovem moradora de Salem apaixonada por Aiden (Shane West, de Nikita). O amor dos dois é impedido por causa do membro do Conselho da cidade e líder, fanático religioso George Slibey (Michael Mulheren, de Royal Pains) que manda Aiden para guerra para afastá-lo de Mary e morrer na batalha. Aiden promete para Mary que retornará daqui um ano, sem desconfiar que Mary está carregando seu filho. Com medo de ser punida por George e o fanatismo religioso local, Mary decide se livrar da criança com ajuda de Tituba (Ashley Madekwe, de Revenge), uma poderosa bruxa que se aproveita da inocência de Mary para dar a criança em um estranho ritual demoníaco.

Aiden não cumpre sua promessa e retorna para Salem somente muitos anos depois para encontrar uma cidade ainda mais ligada a religião e no meio de uma caça a bruxas, seres que tentam controlar a cidade. Aiden ainda descobre que Mary mudou muito nos últimos anos, tornou-se uma mulher forte, poderosa na cidade por ter casado exatamente George, contraditoriamente o homem que a impediu de ficar com Aiden. O que ninguém sabe é que por causa de ter dado a sua criança no ritual, Mary tornou-se uma poderosa bruxa que está ficando cada vez mais forte e enfeitiçou George (a bizarra cena do sapo) e o colocou em um estado catatônico para ter sua vingança e pegar o dinheiro do seu rico marido. Quem assumiu o lugar de George no conselho e como líder religioso foi seu filho Cotton (bom ator Seth Gabel, de Fringe) que lidera a caça as bruxas; um homem bastante hipócrita que esconde seus verdadeiros instintos que incluem transar com prostitutas ao mesmo tempo que tenta passar a imagem de homem santo. Cotton é um tolo que tenta se aproveitar do legado de seu pai para assumir o poder religioso local, pensa que tem controle sobre a guerra contra as bruxas, sem entender que é apenas uma peça usada pela verdadeira pessoa culpada por tudo.

O interessante no roteiro é como a inicialmente mocinha indefesa Mary torna-se a vilã da trama, o demônio, literalmente como no reflexo do espelho, que está correndo por de trás de tudo que está acontecendo na cidade e que usa os moradores para conseguir sua vingança. Mary na verdade é a pessoa responsável para criar a falsa caça as bruxas que na verdade serve apenas para matar todos os puritanos moradores da cidade para que as bruxas dominem o local. O mais interessante desta apresentação de Salem é essa virada de colocar a caça as bruxas sendo comandada pelas próprias em um golpe bem armado; como é preciso sempre ter um romance em uma série dramática que desta vez colocará Mary contra seu primeiro amor Aiden.

O retorno de Aiden mexe com Mary que precisa repensar seus planos, mas que não aceita ficar com ele, priorizando seu ideal de conquistar e se vingar contra a cidade e seus moradores. Mary fica tentada a voltar atrás em sua decisão após reencontrar com Aiden, sem perceber que no fundo também está sendo usada por Talula que parece a verdadeira vilã da trama. A bela atriz Janet Montgomery faz uma atuação potente como Mary sabendo fazer a distinção entre as mudanças de personalidade da sua personagem no começo para o segundo ato da trama. Aiden terá a função de herói na trama para tentar descobrir o que está realmente na cidade e quem está por de trás de tudo isso, sem saber que isso o colocará em uma batalha direta contra com sua amada Mary. O único integrante do elenco que decepcionou bastante, como é padrão em sua carreira, foi Shane West um ator sem recursos para fazer com que seu personagem tenha algo de especial; ficou muitas vezes na sombra de um ator mais experiente como Seth Gabel.

Para quem gosta de história de bruxas, romance e um drama com cara de novela Salem é um prato cheio. Um episódio piloto bem estruturado que apresenta uma história sem muitas pretensões de ser um novo clássico da televisão apenas uma história para entreter.

Vai dar certo? Provavelmente, a série estreou batendo recordes de audiência do WGN America por isso é bem provável que a série seja logo renovada para uma segunda temporada.

Para quem gosta de…: histórias de bruxas, romance, drama.

O TV Cinema e Música irá acompanhar? Não, apesar de ver algumas qualidades na série não faz o meu estilo de história.

tres

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s