1 comentário

Veep – 3×02 – The Choice

Captura de tela 2014-04-14 às 16.50.15POTUS saiu da disputa pela presidência e isso lhe dá a liberdade para dizer o que bem entender, como deixar de ser a favor do aborto e virar contra o mesmo, colocando os seus candidatos a substituto obrigados a escolher um lado, o que não é uma questão nada fácil.

Para Selina essa descoberta sobre essa mudança de lado aconteceu no meio de uma filmagem, com uma simples câmera fotográfica, porque até a fotografa da equipe é péssima em sua função, tudo para mostrá-la trabalhando ao lado da guarda costeira, a cena do homem sendo preso com várias armas e dizendo que votou nela foi ótima. Para Veep o humor não tem limites e muito menos medo de abordar um assunto polêmico como este que ganhou um tom espertamente jocoso; a piada sobre o tamanho de um feto comparado a quase uma salada de frutas foi uma sacada inteligente para mostrar o quão ridículo é essa discussão. Não importava qual lado Selina escolhesse de qualquer maneira seria criticada, se fosse a favor do aborto irritaria os religiosos, se escolhesse ser contra, irritaria os grupos de mulheres; outra ideia inteligente do roteiro foi a questão de Selina não quer se pronunciar como mulher, quase considerando-se um ser diferente, tudo para fugir do assunto.

Em uma situação crítica como esta Selina sempre tenta contar com ajuda de sua equipe de incompetentes, tendo ainda mais a certeza que seu conselheiro de campanha terá que vir de fora porque nenhum dos seus parceiros tem capacidade para o cargo. Dan, que tem medo de andar de barcos, estava em um ponto de nervos que teve um raro ataque contra sua chefe, o mais engraçado foi a reação dos outros integrantes da equipe diante dos gritos que Dan deu contra a Veep, que por sorte não o demitiu. Mike estava ainda com a cabeça no sexo que estava fazendo em sua lua de mel, voltou ainda mais atrapalhado do que nunca; o diálogo de Selina conversando com uma pessoa sem saber o seu lado na polêmica questão foi uma sátira perfeita. Por último a apagada Amy que teve como uma única proeza não ter entendido o sarcasmo de Selina e ter contratado o péssimo Richard, aquele ajudante da semana passada, para e equipe, mais um integrante desnecessário e inútil.

Ben é o exemplo da pessoa de saco cheio deste mundo da política, não se importa mais com nada e está cansado de tudo isso; já Kent só piorou a vida de Selina marcando uma importante entrevista no meio desta polêmica, tudo porque está mais preocupado com a beleza de Sue que está doida para dar um soco na cara dele. Para completar o dia de Selina teve que lidar, com ajuda do boca aberta do Mike, com Jonah, o novo blogueiro da política americana! Jonah conseguiu ser ainda mais patético do que no seu período na Casa Branca, tentando passar a imagem de inovador das mídias sociais e do jornalismo com seu blog criado com ajuda de jovens adolescentes; Dan deveria ter dado muito mais que um burrito na cara dele, mas pelo menos serviu para Jonah diminuir seu ânimo diante das ameaças de Dan e por causa do ataque perdeu toda sua coragem e ficou quietinho durante a entrevista, coitado de Jonah que vai ter que procurar muito um emprego que seja bom, se é que isso existe.

Quem deu muita pena nesta semana foi Gary que tem aguentar uma namorada mala, enquanto ainda sonha com o dia que será mais do que uma babá de Selina. Foi hilária as tentativas dele para mostrar o seu valor para Selina, todas péssimas e a única boa ideia foi a salada de frutas em comparação aos fetos, que pelo menos serviu para alimentar a equipe. Gary queria apenas fazer um trabalho sem ter que usar a sua bolsa e quando teve essa oportunidade se saiu muito mal, engraçado demais Gary tentando enrolar a moça a favor do aborto e dando de cara com o homem que era contra; para completar até essa estranha falou para Gary mudar de profissão. Gary entendeu da pior maneira possível que o melhor que faz para si e para o mundo é continuar fazendo Selina muito feliz como seu ajudante, escolhendo seu programa predileto e dando sua refeição. Gary pode não subir na sua carreira, mas sabe que enquanto Selina estiver na política para sempre terá pelo menos um emprego fixo.

A melhor piada do episódio foi Selina no final não ter tomado uma opinião, conseguiu falar com diferentes grupos e até na televisão, mas sem escolher um dos lados e ficando deliciosamente em cima do muro; enquanto todos ao seu redor acreditam nas suas palavras, desta maneira a corrida para sentar na cadeira principal da Casa Branca fica cada vez mais fácil!

tres

 

Um comentário em “Veep – 3×02 – The Choice

  1. A série tem seus altos e baixos, mas no geral, eu acho que isso é ótimo ter a atriz Julia Louis -Dreyfus representando o caráter de Selina Meyer. Eu acho que o contexto de Veep é muito interessante, diferente de comédias atuais. Eu quero ver a nova temporada dela série .

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s