1 comentário

Vikings – 2×05 – Answers in Blood

A-family-affair-L-to-R-Rollo-Clive-Standen-Bjorn-Alexander-Ludwig-and-Ragnar-Travis-FimmelRagnar é um estrategista nato e sabe como ferir seus inimigos no lugar certo, sua tática para recuperar terra foi genial, sacrificando a sua própria reserva de comida para o inverno para chamar atenção de Borg. Ragnar por mais que esteja contente com o retorno Bjorn, sabe que o garoto tem muito a aprender e era hora de testá-lo e quando foi preciso garoto se saiu muito bem.

Borg é tão prepotente que nunca imaginou que seria superado por Ragnar, com ajuda dos homens de Lagertha, caindo facilmente na armadilha de seu inimigo e um novo confronto aconteceu. Não preciso nem dizer que foi mais uma vez uma ótima cena de batalha, na qual Rollo assumiu o seu antigo papel de protetor, salvou a vida de Lagertha, protegeu seu sobrinho e seu próprio irmão. O mais eletrizante no confronto foi a troca de olhares entre Borg e Ragnar, os dois precisavam se enfrentar por uma questão de honra, a diferença é que Borg não tem caráter para isso. Borg parecia uma criança encurralada e com medo fugindo como um covarde de Ragnar, não ligando para seus homens e unicamente preocupado com sua vida.

Ragnar venceu esta batalha com ajuda de todos, cada um teve um papel importante, Lagertha com sua coragem de encarar homens mais forte que ela; Floki com seu jeito maluco, mas corajoso, Rollo provando mais uma vez que é uma pessoa diferente e Bjorn apesar de algumas falhas de um iniciante, foi bem na luta. Ragnar está sendo justo e dando o valor que seu filho mais velho merece, por exemplo ao tirar de Rollo e dar para Bjorn o direito de fazer o sacrifício humano, com seu rival, para os deuses. Se fosse o antigo Rollo ficaria bravo por ter perdido o prazer de cortar a garganta de seu inimigo, mas o novo Rollo está além disso, como uma cobra trocou de pele dentro de si e assume uma nova e mais íntegra postura. Rollo para reconquistar o seu lugar e ser o verdadeiro braço direito de seu irmão, não pode perder tempo com amores infantis por Lagertha, mas precisa concentra-se em proteger seus familiares e povo para assim reconquistar a confiança de todos.

Terras reconquistadas e era hora de Ragnar voltar ao seu antigo e mais difícil problema, ter que escolher entre as duas mulheres que tanto ama, Lagertha e Aslaug. Por mais estranho que possa aparecer acredito que Ragnar ame as duas igualmente, mas não quer ter que escolher, mas ficar com ambas, o que é impossível; a própria Aslaug mudou de ideia e já não olha com bons olhos essa ideia. Lagertha foi forte no reencontro com a nova esposa de seu marido e tratou as crianças dele como se fossem pessoas queridas, sem rancor porque sabe que os pequenos não são responsáveis pelas atitudes de seu pai; Aslaug como sempre foi falsa e na defensiva, porque sabe que não tem como enfrentar alguém como a ex-mulher de Ragnar.

O Vidente tentou contar uma bela lenda, a qual Ragnar não teve paciência para ouvir, mas entendeu o que quis dizer sobre ser uma ilusão Ragnar acreditar que possa escolher entre as duas, já que isso não é uma decisão dele e sim de Lagertha e Aslaug. Em uma referência a história contada pelo Vidente, Aslaug jamais chegará aos pés de Lagertha. Uma mulher de honra, força e integridade são apenas alguns dos elogios que Lagertha merece, ao decidir partir sozinha prova ser uma pessoa íntegra e que cumpre a sua palavra, diferente de seu antigo marido Ragnar. Lagertha viu a aproximação de Bjorn com seu pai e o seu povo de origem, compreende que para o seu filho torna-se o guerreiro que está destinado a ser precisa ter a companhia de seu pai mais do que a dela.

Lagertha foi forte como uma guerreira e fez questão de anunciar sua decisão a todos para provar que é mais forte que qualquer homem, inclusive o Earl. O abraço falso que deu em Aslaug foi de uma mulher que merece palmas, Aslaug agradeceu a ajuda, mas nas entrelinhas quis dizer obrigado por não ter roubado Ragnar dela. A guerreira irá retornar com um sorriso no rosto para o seu estúpido marido e uma vida solitária, sem a companhia de seu filho e o seu povo de verdade, espero que uma reviravolta aconteça, quem sabe a morte de Aslaug, e que Lagertha volte para perto de Bjorn e Ragnar, que precisa ainda provar e muito que a merece.

Ragnar também precisa retornar logo para as terras estrangeiras ou poderá perder o seu caro amigo Athelstan, que continua vivendo seu confronto sobre qual vida irá escolher, como a de um cristão ou um pagão. A mente de Athelstan cria armadilhas que mais o confundem, além disso Ecbert tenta conquistar a sua confiança e trazê-lo para seu lado, enquanto seu filho desconfia bastante deste pagão. Athelstan está cada vez mais tentado a voltar a sua vida de cristão, por um aceitou e rejeitou o corpo de cristo, mas segundos depois estava pedindo por um sinal que o espírito santo está nele. Ragnar precisa correr contra o tempo para recuperar Athelstan antes que Ecbert o ilude com suas falsas promessas.

Vikings chega a metade da segunda temporada com outro episódio admirável e notícia da mais que merecida renovação para um terceiro ano!

quatro

Anúncios

Um comentário em “Vikings – 2×05 – Answers in Blood

  1. Porque todos querem ser como Lagertha! o/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s