Deixe um comentário

Hannibal – 2×04 – Takiawase

Hannibal - Season 2Preso em seu isolamento físico e mental Graham tentam manter o seu estado mental consciente através de suas visões, como ao ensinar Abigail a pescar e assim cumprindo, pelo menos em sua mente, a promessa de lhe dar uma vida normal, mas sabe que seu objetivo final é unicamente desmascarar Hannibal.

Graham foi ainda mais além desta vez usando não somente Katz, mas sabendo utilizar até o egocêntrico e patético do Dr. Chilton para conseguir recuperar as suas memórias  e que lembranças! Que Hannibal tinha feito algo com a mente de Will todo mundo sabia, mas foi uma surpresa descobrir como o serial killer o induziu a ter as convulsões e os apagões, criando assim o álibi quase perfeito para seus crimes. A cada memória que Will recorda tem mais argumentos para provar que está certo, ironicamente parte da resposta para Will está no doutor Gideon (Eddie Izzard) que foi testemunha do golpe de Hannibal e que pelo teaser do próximo episódio está vivo e pode ajudá-lo.

Outra parte da resposta que Will tanto procura foi dada através de Katz, que tornou-se os olhos de Will sobre Hannibal e sobre seus crimes; Will como previ pretende usá-la para provar sua teoria e contá-la para Jack; o que ficou mais perto de acontecer com ele estando certo sobre o serial killer muralista ter sido colocado dentro de sua própria obra. O desvio fatal no plano de Will é que tanto Chilton como Katz não conseguiram ficar calados e acabaram entregando o que estavam fazendo para Hannibal; Chilton não conseguiu controlar seu ego para dar uma pequena ameaçada em Hannibal sobre acreditar que Will estava sobre ele. Katz foi ainda mais longe e caiu como uma criança no golpe de Hannibal que a testou dando a resposta que procurava sobre o corpo do muralista. Um momento crucial desta trama foi Will descobrir através do corpo do muralista o que Hannibal faz com seus troféus e sentiu o nojo em sua garganta de pensar quantas vítimas comeu ao lado de seu inimigo!

Paralelamente um tema de fundo do episódio foi sobre morrer com dignidade; primeiro com o retorno de Bella (Gina Torres magnífica!) cansada da dor por causa de seu câncer e não conseguindo descansar porque Crawford ainda não aceitou que em algum momento ela irá partir. Hannibal ficou intrigado pela possibilidade de ajudar alguém a tomar a decisão de tirar sua própria vida e por isso incentivou Bella a cometer o suicídio; o serial killer teve quase um prazer sexual ao vê-la morrendo a sua frente. O que fiquei em dúvida foi sobre o que levou Hannibal a não deixar Bella morrer, a moeda jogada para cima talvez tenha sido uma aposta dentro de si para decidir o que faria. Hannibal a ressuscitou talvez porque seu prazer de ver alguém tão perto da morte já tinha sido completo ou talvez pode se sentir como um Deus ao ter a vida dela em suas mãos; a conclusão é que Crawford ficará ainda mais grato e fiel a Hannibal por ter salvado sua Bella.

A morte com dignidade também rondou o serial killer da semana, um caso curto e resolvido em um único episódio, mas mesmo assim bastante chocante. A acupunturista (a incrível Amanda Plummer, de Jogos Vorazes: Em Chamas) que matava seus pacientes para tirá-los da dor que sentiam, mais uma vez rondando o tema de se sentir como deus,  aterrorizante a maneira que fazia lobotomia em suas vítimas e as transformava em apiários humanos. O mais assustador não era o crime e sim a calma que a assassina assumiu seus crimes como se tivesse certeza absoluta que estava fazendo o certo; o próprio Crawford e os membros da equipe ficaram sem palavras ao ouvir a confissão.

Katz acreditou demais em si mesma e não ouviu o conselho de Will para se afastar de Hannibal, Graham percebeu o que o seu inimigo estava fazendo e tentou proteger o seus olhos fora da cela. Katz pareceu uma garota daquele tipo de filme de terror que você não acredita que pode ser tão burra de ir na casa do assassino sozinha e achar que nada iria acontecer! Aterrorizante a maneira que Hannibal apareceu atrás de Katz que atirou sem enxergar e sem parar tentando salvar sua vida. O mais provável é que Hannibal tenha procurado em suas receitas de comidas japonesa um prato para usar os pedacinhos que deve ter cortado de Katz.

tres_e_meio

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s