Deixe um comentário

Perception – 02×14 – Obsession (Season Finale)

Perception-2x14Daniel teve literalmente um dos piores dias de sua vida, sendo primeiro acusado de ser um perseguidor e depois descobrindo que poderia perder a sua maior paixão que é ser professor.

A primeira notícia ruim chegou quando um policial nada simpático literalmente atacou Daniel porque o professor estaria perseguindo e assediando sua antiga namorada e psicóloga Caroline! O próprio Daniel chegou acreditar que poderia ser o homem que estava perseguindo Caroline, muito porque mais uma vez a alucinação com Natalie mais atrapalhou do que o ajudou. Caroline também foi muito injusta com Daniel ao ter tanta certeza que seria o seu perseguidor, apesar da doença de Daniel, Caroline já deveria saber que ele nunca seria capaz de atos como este; decepcionante ver a doutora tomando este tipo de julgamento.

Daniel pode muito bem conviver com sua doença sem remédios, mas sabe que quando fica estressado seus sintomas pioram e diante da acusação de Caroline teve pela primeira vez um episódio na frente dos alunos, na realidade não foi nada demais; já que todos os alunos e diretores da faculdade sabem do problema dele. Toda a história da faculdade foi outro exemplo de um julgamento injusto e errado sobre Daniel, o chanceler não conhecia o professor e no lugar de ouvir alguém como Haley que conhecia Daniel, preferiu ser levado pela pressão de um importante doador da faculdade. Claro que é aceitável o chanceler ter que aceitar as críticas de alguém como Williams que além de ser um dos maiores doadores da faculdade, era pai de uma das alunas de Daniel e a tirou da classe dele depois de saber do episódio do professor; agora deixar que Williams tomasse as decisões por ele foi demais. O chanceler se deixou levar pela pressão do dinheiro e foi patético o tal Williams ter a coragem de exigir que Daniel passasse por um psiquiatra recomendando por ele! Daniel fez muito bem de se defender e de lutar, ninguém tem o direito de tratá-lo como um doente qualquer e querer se meter em sua vida particular, até este momento sua esquizofrenia nunca foi um problema e continuava sendo um excelente professor.

O que não fez o caso da semana ficar sonolento foi a presença da agente canadense Liza que investigava a morte de uma garota, um crime cometido também pelo pelo mesmo perseguidor de Caroline. O roteiro também soube brincar bem com a lista de suspeitos passando pelo próprio Daniel, um gênio da internet com estranhas taras, o segurança do hospital que parecia ser um forte candidato até descobrirem que o diretor do hospital era o responsável por tudo. O diretor do hospital era um suspeito que passou em branco e que pelo seu comportamento profissional não parecia mesmo que seria o perseguidor de Caroline, mas era grande um maluco Estava meio que na cara que o caso da menina morta tinha uma ligação pessoal para Jana, afinal ela não iria se dedicar tanto para algo sem importância, e fez isso porque a vítima na verdade era sua sobrinha. É difícil se colocar no lugar de Jana, assumo que também ficaria em dúvida se salvava ou não a vida do homem que matou sua sobrinha, Jana acabou agindo de forma vingativa deixando o criminoso morrer, porque sabia que sairia impune, uma justiça feita da maneira errada.

A vinda desta agente também serviu para Katie repensar sobre sua própria vida e enxergou muitas semelhanças com Liza, principalmente como o trabalho delas pode consumi-las e até mudar seus valores, tendo em comum a solidão como destino final. Paralelamente Katie descobriu que Donnie recebeu uma oferta irrecusável para trabalhar em outra cidade e partiria nos próximos dias, exceto se Katie mostrasse para ele algum motivo para ficar. Katie merece muito ser feliz e ter uma vida fora de seu trabalho, dentro de si nunca deixou de amar Donnie e vendo que estava prestes a perdê-lo deixou de lado a traição e seus receios decidindo dar mais uma chance para este relacionamento; no meu modo de ver Katie ainda está muito confusa e não conseguiu tomar uma decisão totalmente consciente, fez isso porque ficou com medo de que não teria uma nova chance de reatar com Donnie, vamos ver o que será deste casal daqui em diante.

Como disse Daniel, o que também vale e muito para Katie, nunca é errado lutar pelo que queremos e achamos certo, mesmo que exista uma possibilidade de repetimos um erro do passado, sempre é melhor tentar do que não fazer nada. Daniel precisava quebrar o passado para viver o presente e o futuro, a sua suspensão de lecionar foi o que faltava para tomar coragem de mudar, foi sensacional como foi forte para mandar o chanceler enfiar na bunda dele a proposta de ser apenas um mero pesquisador na faculdade. O lugar de Daniel é lecionando e mudando a vida de pessoas como fez nesta faculdade com seus alunos que nunca vão esquecer o melhor professor que já tiveram. Daniel precisava mudar e ir para uma faculdade onde será valorizado pelo seu trabalho e não julgado apenas por causa da sua esquizofrenia. Claro que foi triste ver Lewicki e Haley tristes com a sala de Daniel vazia, mas como o protagonista disse não era hora dele pensar nos outros e sim sobre o que o faria feliz, mesmo assim espero que Daniel consiga uma maneira de levar Lewicki para este novo trabalho.

Antes de começar sua nova fase, Daniel finalmente foi atrás de Miranda que é a pessoa que pode dar a felicidade e amor que merece. Mesmo na França e sem ter um celular, o governo dos EUA o encontrou e através de um agente recebeu a mensagem que o seu país precisava dele; uma nova fase que também tem ligação com novas parcerias como colaborador da lei, porque Daniel pode querer mudar certas coisas, mas não pode nunca deixar de usar sua mente genial para solucionar semanalmente novos casos!

tres_e_meio

Sobre a temporada…..

A segunda temporada de Perception foi bastante regular, manteve as mesmas qualidades do primeiro ano, pecou unicamente por ficar centralizada demais nos casos da semana e não ter um tema central. O canal TNT tomou uma decisão bastante questionável de dividir a temporada em duas partes, isso causou uma diminuição no ritmo da história e também quebrou a sensação de continuidade. O lado bom é que agora só vamos ter que esperar apenas três meses pela estreia do próximo ano.

Para Perception e os seus personagens foi uma temporada de amadurecimento e de transição para uma nova fase, espera-se pelo final deste episódio que a terceira temporada apresente mudanças radicais na história; talvez até a saída de alguns personagens queridos. A equipe criativa quis mostrar que a série irá ainda surpreender o público e que precisava evoluir; o que concordo totalmente. A resposta de como será o futuro da série começará a ser dada no dia 17 de junho quando estreia a terceira temporada.

Nota da temporada:
tres

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s