Deixe um comentário

Continuum – 3×01 – Minute by Minute (Season Premiere)

con301d1_001_mediumParece que foi ontem que comentava o quão perfeito tinha sido o último episódio da segunda temporada de Continuum, mas, felizmente, rápido como uma viagem no tempo a série retorna para sua terceira temporada, já com um episódio sensacional e um dos melhores de sua história!

O episódio começou exatamente aonde parou o anterior; Kiera e os integrantes da Liber8 presos pelos Freelancers e Alec viajando ao passado para salvar Emily; logo nos primeiros minutos foi respondida a maior pergunta da temporada passada: Quem sãos os Freelancers? A explicação veio através da misteriosa Katherine, a líder dos Freelancers que terá um papel essencial nesta temporada.

A história dos Freelancers começa exatamente no dia da partida de Kiera em 2027; a viagem no tempo dela e dos terroristas abriu a caixa de Pandora e como previsível a tecnologia foi usada por bandidos e assim acabou sendo proibida para sempre. Alguém, ainda não revelado, viajou no tempo muitos e muitos anos para trás para criar um grupo, os Freelancers, responsáveis por protegerem o tempo, com o dever de evitar que a história seja modificada por ninguém. Essa revelação já foi sensacional, mas teve alguns detalhes que a tornaram ainda mais interessante; como o próprio Curtis ser um dos freelancers e como eles não serem do futuro e sim do presente. O Freelancer parece mesmo um culto que foi criado por alguém do futuro, lógico que fica a enorme curiosidade de saber quem é o responsável pela criação do grupo!

Katherine veio com o discurso de que ela e Alec são pessoas especiais e que somente ela poderia voltar ao passado para evitar que o Alec do seu tempo mudasse a história; esse interesse dos Freelancers em Kiera é bem estranho, não acredito que seja somente por ela ser mulher e mãe, algo mais está condido nesta história. Depois de tudo que os Freelancers fizeram contra ela, como a incriminar pelo assassinato de Gardiner, Kiera com razão não aceitou de primeira a proposta de Katherine.

Logo na cena seguinte o episódio apresentou uma das melhores cenas de luta da série, quando Kiera e Garza se aliaram para derrotarem os freelancers e tentaram escapar; depois das duas derrotarem os guardas, pensei que a trama iria para o caminho comum, Kiera fugiria e Garza acabaria morta por ajudar sua antiga rival,, mas somente a segunda parte aconteceu, porque Alec já tinha começado a mudar o futuro e como Katherine avisou que aconteceria a linha do tempo deles começou a ser destruída. Kiera foi novamente foi capturada pelos Freelancers e viu com seus próprios olhos que a realidade deles estava acabando,essa jogada foi muito inteligente para dar uma reviravolta total na trama.

Por mais que não quisesse colaborar com os Freelancers, Kiera viu a sua realidade literalmente desmoronar e sabia que precisava evitar que o futuro dela e de sua família fosse destruído, porque só assim poderá um dia voltar para o seu tempo. Lá foi Kiera mais uma vez viajar no tempo, em uma máquina do tempo nada confiável, e antes de partir Katherine lhe deu um novo e ainda mais poderoso (e sexy) uniforme que será útil nessa sua nova missão. Kiera vive uma situação delicada tendo que se aliar aos seus inimigos e perceber que seu antes parceiro Alec virou um inimigo; caberá somente a protagonista a decisão de escolher qual dos dois Alec irá continuar vivo. A Kiera do futuro tem uma mágoa muito grande com Alec pela sua traição e a relação de confiança entre eles acabou, o que pode facilitar a decisão dela sobre qual escolherá.

Essa decisão está totalmente ligada ao futuro que acontecerá daqui em diante nesta nova linha do tempo e se Emily irá ou não sobreviver nela. Por amor somos capazes de tudo e Alec não estava disposto a viver sem Emily, a sua viagem ao passado custará a ele muito mais do que uma cicatriz, não só destruiu a sua antiga realidade como também começou a mexer no passado de uma maneira que mudará o futuro; Alec fez tudo isso para salvar vida de Emily e pode colocar a própria em risco novamente ao não controlar sua boca! Logo na sua chegada ao passado Alec cometeu o seu primeiro erro ao contar o que estava acontecendo para Kellog unicamente para se vingar de Escher, mas esqueceu que Kellog não é uma pessoa confiável e foi neste ponto que o futuro começou a muda;. Kellog sabia do segredo de Emily e como ambos estavam tendo desavenças com Escher; Kellog usou a própria Emily para matar Escher, assim Alec transformou Emily em uma assassina.

Outro erro vital foi encontrar com a própria Emily; a única crítica que faço a este episódio é sobre o diálogo no qual Alec inventou uma história sem cabimento sobre a sua nova cicatriz e também porque não lembrará sobre certas conversas por causa do falso acidente; Emily agiu como uma pessoa comum ao ver o estranho comportamento dele com essa história estranha e ainda falando sobre os dois irem para a Tailândia; ainda sobre a cicatriz foi uma opção simples e inteligente para diferenciamos quando é o Alec do futuro ou do passado. Alec na sua fúria para salvar Emily não escutou os conselhos de seu filho Jason que tentou alertá-lo que ele estava falando demais; não satisfeito ainda foi falar para Kiera desta linha do tempo sobre o paradeiro de Lucas; além de pedir perdão pelo que ainda fará com Kiera que não entendeu muito bem o que estava acontecendo com seu parceiro.

A Kiera do futuro chegou a nova linha do tempo e a primeira coisa que fez foi cumprir sua promessa com a Garza, mas por ser a versão da terrorista do passado, não entendeu muito bem o que estava acontecendo, mas mesmo assim pode vir a ser uma ajuda importante. Kiera continuou nesta nova linha do tempo a sua aliança com os Freelancers, agora a própria Kiera é uma integrante do grupo e até ganhou sua tatuagem que na verdade é uma espécie de identificação do grupo. Querendo ou não tanto os Freelancers como Kiera não podem fugir desta parceria, só assim vão conseguir evitar que o futuro que desejam seja destruído.

Com apenas algumas horas no passado e Alec conseguiu fazer mais uma vítima, depois de Escher foi a vez da Kiera desta linha do tempo ser assassinada com um tiro na cabeça; se não bastasse o susto e o forte arrependimento de ver Kiera morta, Alec ainda descobriu da chegada da Kiera do seu tempo que apareceu na sua frente! Fiquei triste pela morte da Kiera desta realidade que de uma certa maneira morreu por causa de Alec, o qual tanto confiava; por um lado é uma pena, por muitos motivos, que não teremos duas Kiera na série, mas é mais lógico a Kiera do futuro ser a principal, já que sem a sua versão do passado pode se preocupar em assumir o seu lugar e ter uma segunda chance para impedir que Alec faça mais besteiras. Tenho certeza que não foi a própria Kiera que matou a sua versão do passado e sim outra pessoa, pelo método aposto que foi a própria Emily, o que só atrapalharia ainda mais o objetivo de Alec, que ainda terá que lidar com a chegada da Kiera do futuro que pode complicar ainda mais seu plano.

O maior elogio que faço a equipe criativa de Continuum é como conseguem trabalhar de forma tão atraente e lógica a questão da viagem do tempo, um assunto tão complexo e que nesta série é bem desenvolvido e ligado de forma correta com os seus ótimos personagens. A opção de reiniciar a trama com esta nova linha do tempo foi corajosa e deu muito certo porque abriu um leque de novas possibilidades para esta temporada e para o futuro da série.

 cinco
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s