Deixe um comentário

The Fosters – 1×19 – Don’t Let Go

JULIAN DE LA CELLE, CIERRA RAMIREZMariana compreendeu forçadamente porque muitas noras têm sérios problemas com suas sogras; Zac terminou com Mariana porque queria afastá-la da loucura de sua própria mãe. Mariana mesmo depois da maluca experiência com sua sogra no jantar decidiu que não iria desistir de Zac e os pombinhos pareciam ter-se acertado. A mãe de Zac tem um sério problema psicológico, em um instante  agradável e no outro agressiva a ponto de ligar para Mariana e chamá-la de vagabunda. Mesmo não sendo algo fácil de lidar, Mariana não pode desistir de Zac por causa da mãe dele e sim precisa ajudá-lo porque aquela mulher precisa ir um médico urgentemente!

Jesus ainda não compreende muito bem o seu defiícit de atenção, algo sério que não pode lidar como se não fosse nada, não pode ficar deste jeito indo e voltando para os remédios, o que só vai piorar os sintomas. A culpa dele ir mal nos estudos não é a falta de um quarto e sim seu problema de saúde que precisa ser tratado; se não irá atrapalhar ainda mais sua vida. Emma descobrir do término de Jesus e Lexi quis se fazer de difícil, mas depois voltou correndo porque gosta e muito de Jesus, apesar do comportamento agressivo dele, Emma pode ser essencial para que Jesus tenha um pouco de estabilidade e consiga lidar melhor com seu déficit de atenção.

Jesus acabou conseguindo o quarto que queria porque Brandon ouviu erroneamente o conselho de Dani que mostrou para ele o que todo mundo já pensava, que seria muito difícil para Brandon conseguir morar na mesma casa que Callie. Só espero que Brandon não acredite que morando com Mike terá uma chance maior de ter algo com Callie, agora com adoção dela já finalizada, o sonho dos dois de serem um casal acabou. Toda essa história por causa da mais que falsa Dani que está usando Brandon para conseguir o que deseja que é ter Mike todinho para ela. Dani é manipuladora demais, sabe que Mike só vai aceitá-la em sua casa depois que conseguir uma estabilidade com Brandon; só que Dani está com pressa demais e foi logo adiantando isso.

Mike precisa abrir os olhos rápido e ver no que está se metendo antes que Dani faça algo ainda pior, porque ela parece maluca o bastante para fazer coisas ainda mais diabólicas. O que pode ajudar e muito Dani no seu plano é que Mike adora comprar uma briga idiota com Stef por causa do Brandon, os dois mesmo depois de tantos anos separados ainda discutem por coisas bobas como a história do castigo do Brandon, neste caso ambos estavam errados. Mike deveria sim ter avisado Stef o que tinha acontecido e ela também tem que compreender que enquanto Brandon está na casa de Mike, o pai de Brandon tem direito de tomar decisões sobre seu filho.

A história de Timothy ser o doador estava muito perfeita até ser colocada na prática e mostrar que talvez não dê certo como os três imaginavam; Stef e principalmente Lena não ajudaram nem um pouco ao achar que Timothy conseguiria fazer sua “doação” no banheiro da casa delas! Timothy já se sentia desconfortável e ficou ainda mais depois de ser flagrado por Jesus enquanto fazia a sua doação; um trauma que deve ficar na mente de Jesus para sempre. Apesar de a doação não ter sido concluída e nem sei se TImothy será ainda o doador; Stef e Lena até que enfim contaram para seus filhos sobre o projeto de ter mais uma criança; decisão que todos apoiaram até demais. Será que eu sou o único que enxerga que essa família já está grande demais!

Callie encarar seu pai e o passado deles foi uma tarefa muito difícil, fez isso primeiramente para proteger Jude, mas acabou ela mesmo tendo uma chance de repensar tudo que aconteceu entre ela e seu pai; é Normal Callie ficar em dúvida após rencontrar seu pai se o certo seria ela e Jude ficarem com ele ou continuarem com os Fosters. O pai de Callie pareceu realmente arrependido pelo acidente que resultou na morte da mãe deles e tentava recomeçar sua vida para depois procurá-los, queria mesmo tentar pegar a guarda deles. Callie ficou em dúvida sobre o que fazer, pareceu pela maneira que se declarou e abraçou suas mães que tinha decidido ficar com seu pai, algo que até o próprio Brandon achava errado, mas no fim encarou que para ela e seu irmão o melhor era ter uma família estável como os Fosters.

O reencontro de Jude e Callie com seu pai foi daquele tipo de cena que não tem como não se emocionar; uma família que foi separada por uma tragédia; dois jovens que lutaram tanto para conquistar esta nova e feliz família e um homem que perdeu tudo por causa de seu vício. O abraço que Jude deu de despedida em seu pai foi de cortar o coração, este pequeno menino sabia que por mais que amasse seu pai precisa de uma família estável. A última conversa entre Callie e seu pai revelou que foi dela a decisão deles ficarem com os Fosters, decisão que seu pai também entendeu, porque por mais que ame seus filhos não tem capacidade para criá-los sem a mãe deles para ajudá-los. Callie e Jude dão um novo passo para concluírem o fim de uma longa jornada e finalmente terem um lar feliz e seria justo eles também não perderem o contato com o pai biológico deles.

tres

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s