Deixe um comentário

Hannibal – 2×02 – Sakizuki

hannibal-2Um episódio sensacional que começou com uma cena de abertura com toda a ousadia de Hannibal com o homem tentando sair da “pintura” do serial killer. A palavra ousadia é devido ao nojo que muitos devem ter ficado com essa cena, porque é inegável que ver um homem tendo pedaços de sua pele arrancado não é algo que ninguém quer ter em sua memória.  Hannibal não é uma série que se preocupa com essas reações e sim as deseja porque é assim que o público entenderá melhor o que se passa na mente destes assassinos e de seu protagonista.

Escrevi no meu review anterior que Hannibal tem dois pontos fracos; o seu vício na companhia de Will e sua confiança extrema em Bedelia, sendo derrotado por ambos neste enredo. Bedelia percebeu quem é o Hannibal por de trás de sua máscara e fez questão de fazer uma despedida frente a frente, apesar do temor de estar perto dele, talvez sabendo que não seria naquele momento que Hannibal fecharia essa ponta solta em sua vida; já a despedida de Bedelia com Jack foi mais um alerta que o detetive perdido em seu remorso pelo que fez com Will não entendeu o que a psiquiatra quis dizer nas entrelinhas; por último a conversa com Will foi determinante para que o professor tivesse coragem de continuar com seu novo plano.

O teatro da cena inicial de Will implorando pela ajuda de Alana e o retorno de Hannibal como seu psiquiatra foi a sua maneira de começar sua vingança; dentro de si Will não encontrou uma maneira de desvendar seu inimigo e então usou a necessidade que Hannibal tem por ele para conseguir enganá-lo. Este desejo pela amizade Will é uma falha quase incorrigível em Hannibal, ficou visível na sua felicidade de ter novamente contato com Will como o professor o enganou facilmente. Will dispensou a ajuda de Kade tendo em vista que acredita que sairá este local antes de receber a sua punição pela justiça; para isso cria laços com aqueles que podem lhe ajudar. A sua aproximação com Katz é mais do que uma necessidade de solucionar casos, talvez esteja a usando para se aproximar de Jack que ainda mantém uma distância dele. Jack se deixou levar pela impressão dos outros e ainda não conseguiu formar seu próprio julgamento sobre WIll, deixou Katz continuar a ter contato com o seu antigo parceiro porque ainda tem um fio de esperança na inocência dele.

Hannibal não tem o senso de justiça de Will, para o canibal outras pessoas como ele não merecem pagar pelos seus crimes e são apenas novos pedaços para seus requintados pratos. Como descreveu Will para Katz o que Hannibal pensa é diferente do que fala para os outros; a diferença de Hannibal para os outros seriais killers é a sua consciência sobre suas vontades, tanto que foi com seu terno protegido de plástico admirar o trabalho do “pintor” e se sentiu realizado de ver a arte como ao completá-ao; Hannibal não é tão doente como os outros assassinos e sim muito inteligente, a conversa que teve com o pintor foi de um clássico sociopata capaz de enganar até uma outra mente louca para convencê-lo a ser parte de própria obra de arte. Apesar de todo mundo saber a verdade é sempre chocante ver o prazer doentio de Hannibal ao cortar pacientemente a perna do serial killer e comê-la com um prazer sádico.

Não sei se é prepotência, ousadia ou até uma necessidade de viver no limite que faz Hannibal tomar atitudes como essa de colocar o próprio serial killer na sua obra, algo que até Katz desvendou sozinha, mas não desconfia do autor. Quem também sabe da verdade é Will que em sua imaginação conseguiu descobrir tudo que Hannibal tinha feito com o outro serial killer, mas ficou calado para continuar seu teatro.

Hannibal ficou surpreendido ao ver a facilidade de Will ao descobrir o que tinha feito e tentou disfarçar com uma teoria qualquer, uma lembrança para o canibal de como Will é capaz de entendê-lo. Hannibal vestiu mais uma vez sua prática roupa de plástico e foi fazer uma visita a Bedelia que se despediu pessoalmente porque sabia que não poderia entregá-lo e também não facilitaria ser mais uma de suas vítimas, preferindo fugir dele e de todos para sempre e escolhendo o isolamento social; espero que não por muito tempo devido a importância e qualidade da personagem.

Um episódio ainda superior a estreia da temporada e o começo de uma nova fase do confronto de mentes entre Will e Hannibal.

Comentários Extras:

Na primeira temporada todos os episódios tinham título em francês e nesta em japonês.

Madds Mikkelsen tem agora um total domínio sobre o seu Hannibal e traz também novos traços para este magnífico personagem.

Ainda espero que o mesmo aconteça com James Darcy e seu ainda instável Will Graham.

quatro_e_meio

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s