Deixe um comentário

Agents of SHIELD – 1×05 – Girl in the Flower Dress

agents-of-shield-girl-in-the-flower-dress-photo

O retorno da Centopéia, um homem com poderes perigosos, uma traição e uma revelação, tudo isso em um dos melhores episódios de Agents of SHIELD.

Tudo começou com um mágico chinês chamado Chan que tinha habilidade de criar fogo, ele recebeu a inesperada visita de uma mulher com um vestido de flores que o sequestrou. Chan faz parte da lista da SHIELD de pessoas e objetos com poderes que são observados pela agência, com o sequestro dele, Coulson e sua equipe foram ao seu resgate.

A descoberta de que a Rising Tide estava envolvida no sequestro não foi uma surpresa, a novidade foi que o hacker envolvido, chamado Miles, era ninguém menos que o namorado de Skye e uma espécie de mentor dela. Skye mentiu para a SHIELD e alertou Miles de que eles estavam em busca dele, tudo para depois se reunirem e matarem a “saudades”. Difícil escolher o melhor momento da cena da revelação de Skye, ela de calcinha e sutiã ou a cara de sem graça ao dar de cara com May e toda equipe esperando por ela. Era esperado que cedo ou mais tarde Coulson descobriria que errou ao confiar demais em Skye, isso aconteceu em um momento em que a novata começava a conquistar de vez a confiança de todos. Para piorar isso aconteceu em um caso envolvendo a vida de uma pessoa muito importante para a SHIELD.

Coulson e principalmente Ward não quiseram nem ouvir as explicações de Skye, só os nerds entenderam mais ou menos o lado de Skye. Ótima cena quando Ward enfia na cara de Skye de que o seu namoradinho não era o santo que fingia ser e que tinha hackeado a SHIELD somente para dar para a mulher de vestido de flores os dados de Chan em troca de um milhão de dólares. Ridículas as desculpas de Miles de que fez isso para eles terem uma vida melhor, Skye entendeu que cometeu um erro ao confiar demais nele e de que Miles não era tão diferente dos bandidos que a SHIELD luta contra.

Através de Miles a equipe descobriu que quem estava por de trás do sequestro era a corporação terrorista Centopéia. Gostei e quero ver muito mais da misteriosa mulher de vestido de flores que chama Reina e aparentemente tem um alto poder na Centopeia. Reina com sua falsidade conseguiu convencer Chan de que queria apenas ajudá-lo a melhorar seus poderes e tirá-lo do controle da SHIELD.

Genial o discurso de Reina para Chan ao afirmar que seu nome era  comum, assim como Steve Rogers, que na verdade é o Capitão América; para conseguir tirar dela vontade de ser alguém especial e ser lembrado, para isso precisava de um nome de super-herói,  Scorch, algo como “chamuscar”. O ingênuo do Chan ou Scorch não percebeu que estava sendo usado por Reina e uma doutora que estavam interessadas no seu poder que poderia ser o que faltava para conseguir fazer a fórmula do super soldado ficar perfeita e assim evitar que as pessoas sujeitas a droga não explodissem. Reina e a doutora conseguiram o que queriam e restou para Chan ter o poder criar fogo, porém perdeu a habilidade de se queimar ao usar seus poderes.

Pela primeira vez vi em Coulson uma certa desconfiança sobre o que aconteceu com ele após a sua pseudo morte em Os Vingadores, desde a cena de que ele diz para May que não conseguia dormir por ter muita energia dentro de si, talvez um sinal de algo estranho dentro dele. A parceira dele com May parece cada vez mais forte quando Coulson confidencia que errou sobre Skye, e May estava certa, e de que mudou depois do ataque dos alienígenas. Talvez o próprio Coulson busque respostas para entender o porquê está se sentindo tão diferente depois da sua quase morte.

Ainda com sentimento de culpa pelo erro com Skye, Coulson quis ao lado de May resgatar Chan, porém descobriram que o homem bom do início tinha revelado o seu lado mal e decidido que agora queria ser algo mais. O poder, muito por causa da “merda” de terem dado um nome de herói para ele, subiu na cabeça de Chan que queria matar Coulson, May e todos que passassem pelo seu caminho. A nova e ótima vilã Reina não pensou duas vezes em deixar a doutora morrer nas mãos de Scorch (cena forte!) e fugir com a nova e melhorada versão da droga. A equipe precisou tantas das habilidades de hacker de Skye como de Miles que ajudaram a tirar May e Coulson das mãos do maluco do Scorch e ao mesmo tempo evitar que uma tragédia maior acontecesse.

Coulson lembrou a sua versão pré-Vingadores ao decidir que não teria como salvar Chan, era tarde demais para ele e o único jeito de parar ele era matá-lo. Coulson também tomou decisões fortes sobre o futuro de Miles e Skye, ambos agora com pulseiras que o colocam no radar de vigilância da SHIELD e os impedem de mexer com qualquer tipo de tecnologia; diga-se de passagem punição muito branda para Miles que terá que encontrar uma maneira de ir para Hong Kong para o Texas.

Finalmente o mistério de Skye foi parcialmente explicado e a verdade de que a hacker nunca quis invadir a SHIELD por causa da Rising Tide, e nem quis entrar no grupo de hackers por vingança contra corporações ou algo do tipo, e sim por um motivo bastante pessoal. O passado de Skye e relação dela com seus pais já tinha sido comentadi em alguns episódios e agora foi explicado que Skye entrou na SHIELD porque quer descobrir mais sobre seus misteriosos pais, já que a única coisa que achou sobre eles foi exatamente um arquivo secreto da SHIELD.

Coulson alertou Skye de que ela não pode gostar da resposta que encontrará e mesmo assim ela disse que não desistirá de encontrar a verdade, o agente deu mais uma chance para a novata que agora será controlada por ele através da pulseira. Skey terá que começar do zero para reconquistar a confiança de todos, principalmente Ward, e provar que merece uma nova chance e que está lá também porque quer ajudá-los. Gostei desta revelação do passado de Skye combina com o contexto da trama e traz um novo mistério para a trama, além de dar uma personalidade mais profunda para a personagem que agora deixará de ser apenas um rostinho bonito e engraçado, e sim uma personagem com um objetivo maior.

O episódio terminou com uma cena confusa e deixando muitas questões no ar! Reina com seu vestido de flores foi conversar aparentemente com um homem preso e interessado na operação dos soldados da Centopeia. A conversa cheia de dados nas entrelinhas deixou bem mais ou menos explicado que o homem quer sair da prisão e que o plano deles é colocar os super soldados pelo mundo, o que seria a tal fase 3 do plano; mas isso depende de alguém chamado de “Vidente” entrar em ação, algo que essa tal pessoa não gosta, mas terá que fazer. Provavelmente este Vidente seja o vilã da semana que vem ou alguém que aparecerá em breve.

Momento Quadrinhos Marvel: Quando for necessário irei comentar sobre as ligações da história da série e os quadrinhos da Marvel. Essa semana a personagem Raina existe nos quadrinhos, mas é totalmente diferente desta versão. Nos quadrinhos é uma nativa da Terra Selvagem e é de uma raça local, parecendo mais um dinossauro. Já o Scorch, existe um vilão no Universo Marvel chamado Scorcher,  também diferente desta versão, um vilão que decide mudar de lado ir trabalhar para a SHIELD.

quatro

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.767 outros seguidores